Redes Sociais

Thiago "Escobar" Antunes

ALERTA LIGADO, CONFIANÇA INABALADA

Publicado

em

Sinal de alerta ligado!

Mesmo sendo a equipe reserva e o interesse no Carioca seja próximo de zero, o time demonstrou ainda estar longe de um mínimo aceitável tanto física, quanto tecnicamente.

Os resultados não me preocupam, pois penso que em ano de Libertadores, com nossa situação econômica e com o elenco que temos, não é possível disputar todos os campeonatos com força máxima e a Libertadores tem mesmo que ser priorizada.

O preocupante são as atuações, a falta de padrão tático, o preparo físico do time que parece longe do ideal e as gritantes falhas, principalmente defensivas.

Tenho esperança e confiança de que quarta tudo será diferente. Do espírito dos jogadores até a já confirmada presença da torcida que esgotou os ingressos cinco dias antes do embate só com as vendas feitas de forma on-line comprovando que o programa de sócio-torcedor tem tudo para decolar esse ano.

Estaremos lá e empurraremos o Botafogo à vitória e ela virá seja na qualidade, na raça ou no grito. Essa vaga será nossa!

Avaliações sobre a partida:

– Gatito Fernandez: Não teve culpa no gol e não comprometeu. Nas duas partidas em que atuou pareceu ainda desconfortável embaixo das traves e espero que seja apenas uma impressão errada minha.

– Marcinho: Começou bem o jogo, apoiando e fazendo seus cruzamentos de primeira (sem dominar) com qualidade, característica interessante e que não vemos com frequência no futebol brasileiro, porém foi caindo de produção e terminou o jogo bem abaixo do que começou.

– Marcelo: Autor do gol e o melhor em campo. Mesmo jovem, passou segurança à zaga e foi bem durante toda a partida. Como temos o Renan Fonseca como titular numa possível ausência do Carli, chego a pensar seriamente na possibilidade de arriscarmos e lançarmos o garoto na Libertadores.

– Igor Rabello: Foi bem ao lado do companheiro. Não foi brilhante, mas não comprometeu. A dupla de zaga apesar de jovem, foi bem e tem grande futuro.

– Gilson: Novamente mal. Não gostei de nenhuma de suas partidas até agora. Ele não conseguiu ir bem nem quando o time goleou no amistoso da pré-temporada e ontem novamente deixou espaços na defesa e pouco apoiou.

– Dudu Cearense: Visivelmente ainda fora de forma, lento e errando passes bobos teve atuação bem abaixo das apresentadas em 2016.

– Matheus Fernandes: Ratificando toda a expectativa em torno de seu futebol, o garoto jogou com personalidade e foi um dos destaques no meio campo alvinegro. Sempre de cabeça erguida, defendendo e atacando com objetividade, em busca do gol e sem individualismo, foi uma grata confirmação da fama que o trouxe da base. Tem um futuro brilhante pela frente. Cansou no fim como normalmente acontece com os jovens jogadores que recém sobem da base.

– Leandrinho: Voltou a apresentar a mesma empáfia e marra de jogador que tanto fez eu criticá-lo ano passado. A impressão que ele me passa é que pensa ser o novo Zidane, quando, na verdade, trata-se de um jogador mediano com potencial para ter algum sucesso na carreira, mas que precisa muito mudar sua cabeça e seu comportamento em campo e se dedicar muito mais.

– Camilo: Começou bem o jogo tentando organizar um time cheio de garotos e foi sumindo, se escondendo e participando cada vez menos da partida. Longe de ter uma de suas apresentações de destaque foi caindo de produção e pouco contribuiu em busca do resultado positivo.

– Pachu: Começou a partida muito bem partindo pra cima dos adversários e bagunçando o lado por onde ele jogava. Com o passar do tempo foi perdendo fôlego e demonstrando que fisicamente ainda está longe do aceitável para um jogador profissional. Aparentemente é um jogador com potencial e que por ser jovem e ter acabado de subir da base, não sabe dosar seu fôlego e “corre errado” como dizem os mais experientes.

– Sassá: Teve poucas chances claras para finalizar. Demonstrou a costumeira correria no início, mas com o passar do jogo começou a errar todas as jogadas que tentava. Cada vez mais nervoso com os próprios erros que cometia e, com isso, errando cada vez mais, foi substituído sob vaias dos mais de seis mil presentes ao jogo.

– Guilherme: Entrou na vaga do Leandrinho e demonstrou ainda estar também abaixo fisicamente. Entretanto, vi alguma qualidade no tão criticado garoto. Pode ser que nos ajude ali pelos lados do campo entrando no decorrer das partidas e dando mais velocidade ao time.

– Joel: Pior em campo a partir do momento em que entrou. Matou todos os contra-ataques que passaram por seus pés e cometeu inúmeros erros de passe, mesmo aqueles mais simples. Fora de forma e sem ritmo algum de jogo, deixou péssima primeira impressão. Espero que tenha sido realmente apenas uma péssima atuação pontual devido ao longo tempo de inatividade.

– Roger: Entrou já no fim e perdeu a chance de nos dar a vitória em bola rebatida pelo goleiro praticamente na pequena área. Centroavante não pode falhar e perder a chance mais clara da partida ainda mais quando esta chance nos daria a vitória.

– Jair Ventura: Entrou com o time reserva apenas reforçado pelo Camilo e deixou toda a torcida preocupada com o pouco que a equipe produziu, não só neste jogo como também no anterior com os titulares. Será necessário trabalhar muito até quarta-feira para que essas duas primeiras partidas tenham sido apenas percalços de início de temporada e mostrar a todos nós que o Botafogo da Libertadores é outro.

Como já disse, não estou preocupado com os resultados do Carioca. A preparação para a Libertadores e o foco, tanto dos jogadores quanto da torcida, é a competição continental e isso é inegável.

Precisamos vencer o jogo na nossa casa lotada e, de preferência, sem sofrermos nenhum gol, pois a vantagem do gol qualificado é gigante para o visitante que a obtém na Libertadores.

A partir de agora, esqueçamos todos os problemas, encaremos estas partidas que passaram apenas como preparação para o grande dia e vamos obter o resultado oficial que ainda não tivemos.

Perdemos, empatamos e agora chegou a hora de vencer. E vencer justamente o jogo que interessa!

Lotaremos o Estádio Nilton Santos e faremos uma linda festa. Juntos na arquibancada lembraremos à Conmebol que o gigante que ela exaltou em 2014 está de volta e muito mais forte!

Por fim, volto a te convidar a conhecer os novos planos de sócio torcedor do Botafogo. Por apenas R$ 13,90 mensais, você ajuda nosso clube e tem uma série de benefícios no plano básico.

Os novos pacotes tem os seguintes valores promocionais:

– R$ 14,00 (Plano Mensal – Direito a comprar ingresso com 50% de desconto)

– R$ 200,00 (Plano Anual – Arquibancada Norte)

– R$ 450,00 (Plano Anual – Arquibancada Sudeste)

– R$ 900,00 (Plano Anual – Arquibancada Oeste)

Para todos os jogos restantes com mando de campo do Botafogo no ano de 2017. Tem ainda os Planos VIP e Premium para a galera que quer mais conforto e exclusividade por valores mais elevados.

Associe-se em Sou Botafogo. O Botafogo somos nós e precisamos participar do processo de soerguimento do clube.

Saudações alvinegras! – Curta, comente e compartilhe!

Minhas redes sociais:

Twitter: @thiagoantunesc

Facebook: Nosso Escudo no Lugar do Coração

Curta a página e coloque nos seus favoritos!

Se você gostou, espalhe esta coluna pelas suas redes sociais e nos ajude na divulgação deste espaço.

Sigo com minha bandeira na mão e nosso escudo no lugar do coração!

Bruno Antunes

Continuar Lendo
2 Comments

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: