Redes Sociais

Notícias

Botafogo vira a chave. Foco na Sul-americana.

Publicado

em

Barroca tem problemas para escalar a zaga de área

Sem tempo para se lamentar pela derrota no clássico por 3 a 2 para o Flamengo, domingo, no Maracanã, o elenco do Botafogo começou a preparação para a dificílima missão desta quarta-feira na Copa Sul-Americana. Como perdeu para o Atlético-MG no Nilton Santos por 1 a 0, no primeiro jogo das oitavas de final, para seguir vivo na competição, o Glorioso vai precisar vencer no Estádio Independência, algo que jamais conseguiu contra o Galo.

Além do jejum na casa do adversário, o time tem que superar um péssimo momento: não consegue ganhar há cinco jogos, quatro no Brasileiro e um na própria Copa Sul-Americana. Como ponto positivo no clássico, o fato de ter voltado a balançar a rede, o que não fazia há 360 minutos.Improviso na zaga

O técnico Eduardo Barroca tem problemas para escalar a zaga de área. Como Gabriel está emprestado pelo Atlético-MG e não poderá atuar e Joel Carli foi expulso no jogo de ida da Sul-Americana, Barroca terá que improvisar — Kanu, o outro zagueiro do elenco, não está inscrito na competição.

Um dos defensores amanhã será o reserva imediato Marcelo Benevenuto, que deverá ter como companheiro o volante Jean, que ainda não conseguiu conquistar espaço com o treinador alvinegro. Uma outra possibilidade, mas remota, seria a escalação de Cícero, também improvisado.Barroca reconhece que a tarefa será difícil, mas demonstra confiança, baseado na boa atuação no clássico: “Temos um grande desafio pela frente, mas não tenho dúvida de que faremos uma excelente partida contra o Atlético, se mantivermos essa atitude. Na primeira, o resultado não veio, mas o jogo ficou aberto. Temos totais condições de buscar a classificação”.

Fonte: O Dia

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: