Redes Sociais

Colunas

CEP rebate Diego: “Desinformação do atleta”

Publicado

em

Após o clássico entre Flamengo e Botafogo no domingo, o meia Diego reclamou do gramado do estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e afirmou que o Botafogo “acabou fazendo questão” que o clássico não fosse disputado na Arena da Ilha. Nesta segunda-feira, o presidente do Alvinegro, Carlos Eduardo Pereira, rebateu a declaração do meia rubro-negro, dizendo que ele está desinformado ao atribuir responsabilidade ao Bota pela partida ter sido disputada em Volta Redonda.

– Eu vejo como desinformação do atleta. Porque todos nós sabemos como funciona a dinâmica do Campeonato Brasileiro. Quem indica o campo é o mandante do jogo. E o mandante era exatamente o clube para o qual ele atua. Se ele não gostou da indicação, a questão é resolver com a diretoria dele – afirmou o dirigente ao SporTV.

Carlos Eduardo Pereira rejeitou uma possível oposição do Botafogo em atuar na Ilha do Governador. E aproveitou para voltar a cutucar a diretoria do Flamengo, dizendo que a liberação do estádio para o clássico “dependeria de saberem fazer aquilo o que o Botafogo fez em 2016 com competência”.

– Em relação ao campo da Portuguesa, na Ilha do Governador, o Botafogo não tem nada a ver com isso. Entregou em 31 de dezembro de 2016 e página virada (..) (Sobre jogar lá) Aí dependeria dos laudos, dependeria de saberem fazer aquilo o que o Botafogo fez em 2016 com competência e funcionou muito bem. Agora se ficou mais difícil, é um problema deles. Não nosso.

Após a partida, Diego citou as lesões sofridas por Airton e Victor Luís ainda no primeiro tempo para criticar a realização do jogo em Volta Redonda.

– Quem sofre com isso somos nós jogadores. Você vê que dois jogadores do Botafogo saíram machucados. Não sei se foi culpa 100% do gramado, mas não tenho dúvida nenhuma que o gramado influenciou. Então tem que repensar nas decisões, no nosso orgulho, para que o futebol brasileiro ganhe. Hoje perdeu. As equipes não se uniram para que o jogo acontecesse num gramado em condições. Não tivemos nenhuma condição de trabalhar como profissionais hoje. Gramado em péssimas condições, que facilita lesão. Fico triste pelos jogadores do Botafogo porque acredito que eles também queriam um gramado melhor. É algo para se repensar. Espero que nós não voltemos a jogar num gramado assim porque prejudica muito.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo

1 Comment

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: