A PRIMEIRA ESTRELA

Seja o primeiro a comentar

“Feliz da criatura que tem por guia e emblema uma estrela.”

A frase é do talentoso cronista botafoguense Armando Nogueira.

Me lembrei dela pois, hoje, minha “figurinha carimbada” é um ídolo botafoguense que não tinha a menor intimidade com a bola nos pés. Seu talento era no Remo. Remo, aliás que nos fez herdar a Estrela Solitária estampada em sua bandeira.

Falo de Antônio Mendes de Oliveira Castro Filho que, durante quase 20 anos, garantiu muitas conquistas para nosso clube.

1902-antc3b4niomendesdeoliveiraecastro1

Na verdade, Antônio remava para o Club de Regatas Botafogo, que em 1948 se fundiria com o Botafogo Futebol Club. Mas isso não importa. A verdade é que sempre fomos um único clube, separados apenas pelo Morro do Pasmado.

clubderegatasbotafogo-1

Decidi buscar este ídolo para o meu “álbum” por conta das recentes conquistas alvinegras no Remo.

No último final de semana o Botafogo se tornou o novo campeão brasileiro. A equipe alvinegra sobrou desde a categoria Sênior à Júnior, nas provas realizadas na raia olímpica da Lagoa Rodrigo de Freitas. Conquistamos 13 medalhas de ouro. O Vasco ficou com o vice. O Botafogo havia sido campeão brasileiro também em 2013 e 2014.

O clube de General Severiano chegou a ficar quase 50 anos sem conquistar títulos no remo, quebrando o jejum em 2013, quando foi campeão de terra e mar, como o título estadual de futebol conquistado por Seedorf e cia. De lá pra cá foram mais dois títulos estaduais seguidos, em 2014 e 2015, com grandes chances do tetra, agora em 2016.

Em meio a essa celebração, me lembrei de Antônio que, em 1902, também conquistou um título brasileiro para o Botafogo.

1894-crb-3

A competição foi idealizada pela Federação Brasileira das Sociedades de Remo. A categoria escolhida foi a de canoés de sete metros com assento movediço, para um remador, e a distância a ser percorrida na Baía de Guanabara: 1.000 metros.

Antônio e sua embarcação, a “Segunda Diva”, superaram o alemão e campeão europeu Hans Binder, do Clube de Natação e Regatas e o inglês Eduardo May, representante do Icarahy. O tempo do remador alvinegro foi recorde para a distância: 3’57” e 3/10.

A prova foi disputada numa cinzenta tarde de domingo. Na hora da largada caía uma chuva miúda. Mesmo assim o público era grande, fosse nas arquibancadas, na praia, nas casas ou nas embarcações que se posicionavam próximas à raia. A ansiedade era grande enquanto os canoés “Segunda Diva”, “Memphis” e “Myth” se alinhavam para a partida.

Em seu início a prova foi bem disputada, mas aos poucos o remador botafoguense foi se distanciando dos demais. No meio do trajeto o canoé “Memphis” abandonou a prova. E a “Segunda Diva” cruzou a linha de chegada em primeiro para o delírio da multidão.

Bandas de música tocavam o Hino Nacional, foguetes estouravam por todos os lados. Enquanto o campeão se dirigia ao Pavilhão de Regatas, outras embarcações levantavam seus remos para saudar Oliveira Castro. Ao desembarcar foi cercado pelo público e envolto por uma bandeira do Brasil.

Entre os presentes estava o poeta Olavo Bilac (botafoguense, por sinal), que publicou um texto recheado de patriotismo em homenagem ao remador:

“Oliveira Castro, o amável e robusto rapagão que foi ontem aclamado Campeão de Remo, é brasileiro, filho de brasileiros. O que me leva a pôr em realce essa circunstância não é, está claro, um mesquinho interesse de chauvinismo; será, sim, um interesse de patriotismo (…) O que nós aplaudimos ontem na pessoa do nosso querido Oliveira Castro, tão querido pela bravura e pela sua destreza, como pelas suas qualidades de perfeito gentleman, foi a regeneração da nossa raça, foi a glória do nosso sangue, foi o futuro da nossa Pátria”.

Depois de “pendurar os remos”, Antônio continuou a atuar no clube como dirigente e por conta de sua dedicação acabou recebendo o apelido de “Almirante Alvinegro”.

o_-castro-fo_-2

Vivas a ele! Vivas à nossa turma do Remo!

Publicado no dia

Deixe um comentário! 2


  • David Nunes disse:

    Conhecer a historia do clube é sempre emocionante.

  • Jayne disse:

    Litt urelatert, men er du sikker pÃ¥ at du bruker riktig bh-størrelse? Vet om mange jenter som har hatt diverse plager pga. store bryst, men at disse plagene forsvant helt bare de fant riktig bh-størrelse. Det skyldes som regel at man ikke bruker riktig bÃÃtlsn¥¸rredse, ofte bruker folk for løse bÃ¥nd og da gir ikke bh-en noen støtte. Anbefaler at du stikker innom en butikk som kan hjelpe deg Ã¥ mÃ¥le