BASQUETE ALVINEGRO: O RESGATE DA NOSSA HISTÓRIA

Seja o primeiro a comentar

Se você estiver menos atento à apaixonante História do nosso Glorioso, talvez se espante ao saber que tão tradicional quanto o futebol e o remo, que compõem o “sobrenome” do nosso amado Clube, o basquete tem um papel inquestionável na formação do DNA alvinegro.

FATO TRÁGICO E MARCANTE

O basquete foi protagonista da fusão em 08/12/1942. Foi num jogo desta modalidade no Mourisco Mar entre o Botafogo Football Club e o Club de Regatas Botafogo que a morte em quadra do atleta Armando Albano, provocou a comoção que culminaria na fusão entre as duas agremiações nascendo ali o Botafogo de Futebol e Regatas, com a criação do escudo mais original e bonito entre todos.

Rapidamente o novo clube dominaria o basquete carioca com a conquista do tricampeonato estadual masculino em 1943, 1944 e 1945. Antes mesmo da união, o Botafogo Football Club já era uma das potências do esporte e contava com diversos atletas na Seleção Brasileira, além de ter sido pentacampeão estadual em 1933, 1934, 1935, 1936, 1937. Depois, fomos o primeiro clube carioca a vencer uma competição nacional masculina ao ser campeão da Taça Brasil, em 1967. Assim como no masculino e em todos os outros esportes, a década de 60 também foi gloriosa para o basquete feminino. Lideradas por Martha, a equipe alvinegra sagrou-se tetracampeã carioca em 1960, 1961, 1962, 1963. 

PROJETO DE RECONQUISTA AO NOSSO LUGAR DE DIREITO

Em qualquer área é muito complicado colocar ideias no papel, transformá-las num projeto teórico e fazê-lo “ganhar vida” no mundo real.

Mais crítico ainda quando uma das premissas é a escassez de recursos frente aos seus adversários.

Qual a solução? Muita competência, dedicação e a alquimia perfeita entre pragmatismo e paixão…

Sim… profissionalismo de excelência, significa transformar a motivação individual, intrínseca a todos nós, num potencial irresistível quando combinada com outras pessoas, empurrando os limites de todos para cima e transformando os desejos dos nossos melhores sonhos em realidade.

RESULTADOS APARECEM

Nesta data, já estamos classificados com três rodadas de antecedência para os playoffs semifinais (4 equipes). Passando por mais esta etapa e chegando ao playoff final, teremos que ser os vencedores numa melhor de 5 partidas para, ao levantarmos o título da Liga Ouro 2017, conquistarmos a única vaga de acesso para a NBB em 2018.

Disputadas 17 das 20 rodadas da fase eliminatória, estamos em primeiro lugar tendo conquistado 13 vitórias, o que enche de otimismo a torcida alvinegra, embora saibamos que o papel da torcida será fundamental, como tem sido até agora, nos playoffs.

SUCESSO FORA DAS QUADRAS E POTENCIAL DE MÍDIA

Com resultados que apenas refletem o trabalho de excelência na condução do projeto como um todo e embalado, obviamente, pelos resultados dos jogos e de dedicação inquestionável da comissão técnica e jogadores, as transmissões até agora de 6 dos nossos jogos pela Rádio Botafogo e Live Esportes, no Facebook, alcançaram a incrível média de 30.000 espectadores por jogo!

Quantas transmissões de esporte na TV aberta ou fechada, exceto futebol, superam estes números? E mais importante… quanto se cobra por uma exposição neste tipo de mídia?

É inegável que há um potencial latente e inexplorado a ser conquistado para o bem do esporte e do nosso Fogão.

E o nosso ginásio Oscar Zelaya tem recebido um público assíduo e entusiasmado.

OS RESPONSÁVEIS POR NOS FAZER SONHAR…

DIVULGAÇÃO E TRANSMISSÃO

A Rádio Botafogo e a Live Esportes, com muito profissionalismo, priorizaram o seu ingrediente “paixão” para levar adiante um projeto vitorioso, no qual a viabilidade financeira só ocorre, graças à abnegação e contribuição pecuniária particular de algumas de suas peças chave.

Um trabalho tão apaixonante e de tanta dedicação, atraiu de maneira natural, a valiosa colaboração de André Silva e Carlos Augusto Montenegro na realização da última transmissão. É assim que o nosso Botafogo se fortalece.

Narrações de Leandro Mamute que combinam clareza, timing perfeito, paixão, bom humor e técnica nas doses adequadas, acompanhadas pelos comentários táticos e técnicos de Ricardo Rego e a abordagem psicológica e motivacional sobre nossos atletas a cada momento chave das partidas, pelo coaching esportivo Narciso Cardoso ao vivo, conferem um diferencial e caráter de inovação que pode (está) revolucionando este tipo de transmissão. Para completar um trabalho (ainda) modesto, mas de alto nível, as reportagens de Bruna Marques finalizam esta atividade multitarefa cujos resultados podem ser medidos pelos números crescentes de audiência e comentários sempre positivos e muito elogiosos dos espectadores.

A BATALHA DENTRO DA QUADRA

Devemos reconhecer primeiro, que uma campanha vitoriosa e competente só se realiza pela perfeita sinergia entre comissão técnica e todos os jogadores.

Depois que, um esporte coletivo é feito de um elenco e não de um time… sempre teremos um quinteto provisoriamente titular, mas que foi estimulado ao máximo, numa concorrência saudável nos treinos, para superar seus limites e substitutos imediatos, que estarão ali, no banco, prontos para entrarem, de acordo com o adversário, o momento do jogo e sabendo que devem estar aptos a ser protagonistas de uma vitória que pode vir em menos de 1 segundo.

Portanto, nosso reconhecimento e sinceras homenagens, agradecimentos e a certeza de que contaremos até o fim desta jornada com cada gota de suor, lágrimas e reserva de ar nos pulmões de:

Jogadores: #1 Feliz, #5 Jamaal, #6 Rafinha, #7 Danielzinho, #8 Fabricio, #10 David, #11 Arnaldinho, #12 R.Bahia, #13 Guga, #15 Roberto, #16 Guapi, #22 Phill, #24 Wes, #33 Abner, #34 Douglas.

Comissão Técnica: 

Treinador/Técnico: Márcio Soares de Andrade,

Supervisor: Leonardo Costa de Almeida

Assistente Técnico: Bruno Menezes Gomes

Assistente Técnico: João Batista dos Santos Guia

Fisioterapeuta: Gustavo Risso Simões Aragão

Preparador Físico: Pedro José Falci Alves

Mordomo: Antonio Carlos Soares de Oliveira

Estatístico: Leonardo Marques Rodrigues

Estatístico: Caique Aguiar de Ramos Gonçalves

Todos são elementos únicos de um quebra cabeça de dezenas de peças, que só alcançará toda a sua força, resistência e beleza completo. Ninguém pode faltar! E que todos tenham a certeza e consciência disto.

O nosso incomparável escudo não possui a estrela solitária à toa…. uma estrela brilha sempre por igual, não importa o seu tamanho ou a quantidade de pontas… todos nós formamos a nossa estrela e quando ela brilha, estamos brilhando em conjunto, com a mesma intensidade, cada um colaborando de maneira única. 

A NBB 2018 está logo ali… só depende de nós.

Apenas e Sempre Botafogo ! Saudações alvinegras !

Pesquisa:

www.botafogo.com.br,

www.radiobotafogo.com.br,

arquivos e informações de Emilio Adam

e arquivos pessoais do autor.

Publicado no dia

Deixe um comentário! 0