COMEÇOU O BRASILEIRO PRO FOGÃO!

Seja o primeiro a comentar

Enfim, estreamos no Campeonato Brasileiro de verdade!

Com atuação segura e convincente, a vitória por 2 x 0 sobre a Ponte Preta no Estádio Nilton Santos fez com que a equipe somasse seus primeiros pontos na competição que é, sem dúvidas, uma de nossas prioridades na atual temporada.

Com uma defesa muito sólida e atuação impecável do nosso trio de volantes, o time se encontrou novamente e pôde fazer a alegria dos alvinegros.

Após a excelente atuação na última quinta-feira, Rodrigo Lindoso ganhou a vaga de Airton no meio de campo e marcou um belo gol que sacramentou a vitória.

Arnaldo fez sua estreia e mostrou que pode ser muito importante nesse time. Não podemos dizer que ele fez uma excelente partida, mas por ser a primeira, creio ter se saído muito bem. Percebemos que a velocidade e o apoio são o seus pontos fortes. Deixou espaços? Sim, mas com uma cobertura impecável do incansável Bruno Silva é fácil prever que o lado direito da equipe vai evoluir muito no decorrer dos jogos.

Por outro lado, a linha de frente do alvinegro mais lindo do mundo não esteve tão bem. Camilo voltou a não ter atuação de destaque, tanto que foi substituído aos 19′ do segundo tempo. Rodrigo Pimpão não foi efetivo, mas como de costume, foi importante na recomposição das jogadas. E o que falar de Roger? Mais uma péssima atuação? Até poderíamos dizer que sim, mas amigos, a bola não chega nele…

Vimos nosso camisa 9 brigar e até cair pelas beiradas, mas isso tudo por que ele não se esconde da partida em momento algum. O esquema atual não ajuda seu estilo de jogo e enquanto Camilo ou Montillo não voltarem a atuar bem, não podemos exigir efetividade dele. O ideal seria termos um centroavante finalizador que fosse veloz, mas enquanto a diretoria não se mexe, é com ele que vamos. Paciência!

Avaliações sobre a partida de ontem:

– Gatito Fernández: Fez ótimas defesas e mostrou segurança durante toda a partida.

– Arnaldo: Para uma estreia até que atuou bem. Com o tempo, irá se encontrar na posição e poderá ser muito útil durante a temporada.

– Joel Carli: Atuação muito segura, joga sempre sério e não inventa em momento algum.

– Igor Rabelo: O melhor em campo. Ganhou praticamente todas as jogadas e também se mostrou muito seguro. Com as duas ótimas atuações durante a semana pode se tornar o dono da posição ao lado do xerifão argentino.

– Victor Luis: Disposição de sobra. Não existe jogada perdida para ele e, com isso, ele se torna o jogador mais regular da equipe. Terminou a partida no sacrifício e isso prova o quanto a nossa camisa 6 está bem entregue.

– Rodrigo Lindoso: Manteve o padrão de atuação do jogo contra o Atlético Nacional, ou seja, mais uma ótima partida. Para completar, fez um lindo gol em um lance onde teve calma e tranquilidade para colocar a bola no fundo das redes.

– Bruno Silva: Com raça de sobra, cobriu muito bem os avanços do nosso estreante na lateral direita e ainda chegou ao ataque para marcar um belo gol que abriu o placar.

– João Paulo: A correria de sempre se manteve nessa partida, distribuiu bem os passes e tem se tornado uma peça importantíssima no elenco.

– Camilo: Pouco participativo. Ainda segue longe de ser o camisa 10 que vimos em 2016.

– Rodrigo Pimpão: Taticamente não fez uma partida ruim, mas não conseguiu ser efetivo nas jogadas em que teve com a bola nos pés.

– Roger: Apesar da assistência para o primeiro gol, não teve uma boa atuação. É evidente que tem sido prejudicado pela falta de criação e não pode ser responsabilizado pela falta de gols, já que não recebe uma bola sequer em condições de finalizar.

– Gilson: Entrou no lugar do Camilo para dar mais segurança e ao mesmo tempo ofensividade pelo lado esquerdo do campo e cumpriu bem o seu papel.

– Guilherme: Entrou no lugar do Roger e foi fundamental no segundo gol, encontrando Rodrigo Lindoso livre para finalizar. Jair deve ter chamado sua atenção por conta de sua individualidade que parece não existir mais. Teve a chance de ampliar o placar, mas parou em grande defesa do goleiro adversário.

– Airton: Entrou no lugar do Rodrigo Lindoso já no fim apenas para dar mais controle de bola no meio-campo e não teve tempo o suficiente para mostrar seu futebol.

– Jair Ventura: Escalou corretamente o time com o que temos de melhor à disposição, mantendo Rodrigo Lindoso no time titular e deixando Airton como opção no banco de reservas. Fez muito bem as substituições e conseguiu assistir a um gol que nasce de uma jogada ensaiada (o primeiro da partida, onde Victor Luis bate o escanteio pra trás e recebe novamente para mandar pra área de cabeça) e tem totais méritos no lance.

Coincidência ou não, a equipe cresce de rendimento justamente após o anúncio de que Sassá não faz mais parte dos planos. E é isso mesmo! Não podemos manter uma “laranja podre” no meio desse elenco maravilhoso.

Tenho fé que iremos nos livrar desse atleta ainda nessa semana, visto que ainda existem alguns “malucos” a fim de tentar recuperá-lo. Vai com Deus, Sassá!

O mais importante nesse momento é que temos um grupo de homens compromissados, o ambiente é bom e a meritocracia que Jair Ventura sempre fala, vem dando certo no Botafogo. Não temos os onze titulares fixos e ele sempre deixa isso claro em suas entrevistas.

Com as vistosas apresentações de Igor Rabello e Rodrigo Lindoso nos últimos jogos é provável que sejam mantidos no time titular.

Nosso próximo compromisso será contra o Estudiantes em Buenos Aires, jogo que ocorre às 21:45h da próxima quinta-feira. Como eu sempre digo aqui, nunca foi fácil e nunca será, afinal nosso adversário ainda briga pelo terceiro lugar do grupo para assim assegurar a vaga na Copa Sul Americana.

Entrar em campo sem estar pressionado já é ótimo, mas precisamos estar focados para conseguirmos a primeira posição do grupo que é fundamental para a sequência do torneio.

Pimpão é desfalque certo e vários outros jogadores devem ser poupados por conta do desgaste físico e da sequência que teremos nas próximas semanas com jogos quarta e domingo. Além de Pimpão, Camilo, Victor Luis, Bruno Silva e, talvez, até Carli sejam alguns dos poupados, mas só saberemos exatamente o quão misto será este time momentos antes da partida.

Queremos a primeira colocação do grupo? Claro que sim, mas não podemos pensar em escolher o adversário. Venha quem quer que seja!

Não precisamos provar para ninguém a nossa força. Nesse exato momento não temo ninguém na Libertadores, ninguém mesmo. Time que quer ser campeão não pode escolher adversário e, quer saber, quanto mais forte ele for, mais forte ainda será o nosso Botafogo!

E para terminar, só sei de uma coisa: Nossa estrela brilhará sempre mais forte!

Por fim, volto a te convidar a conhecer os novos planos de sócio torcedor do Botafogo. Por apenas R$ 13,90 mensais, você ajuda nosso clube e tem uma série de benefícios no plano básico.

Associe-se em Sou Botafogo. O Botafogo somos nós e precisamos participar do processo de soerguimento do clube.

Saudações alvinegras! – Curta, comente e compartilhe!

Minhas redes sociais:          Twitter          /          Instagram          /          Facebook

Se você gostou, espalhe esta coluna pelas suas redes sociais e nos ajude na divulgação deste espaço.

Publicado no dia

Deixe um comentário! 2