EM NOITE APÁTICA, UMA ESTREIA PARA SER ESQUECIDA

Seja o primeiro a comentar

Começou a nossa saga no Campeonato Brasileiro desse ano e, logo de cara, uma pedreira no caminho. O Grêmio foi nosso adversário em Porto Alegre em jogo válido pela primeira rodada da competição.

A torcida, como de costume, estava ansiosa pela nossa estreia e, obviamente, torcendo muito por uma boa apresentação da equipe, visto que o Brasileirão é uma das nossas prioridades nesta temporada.

Porém, nossos problemas começaram antes mesmo do embarque da nossa delegação ao sul do país. Jair Ventura barrou Sassá (novamente), algo já rotineiro na vida desse atleta que aprontou mais uma.

E aí questiono: Será que ainda vão deixar essa laranja podre fazer parte do nosso elenco? Este cidadão já passou de todos os limites toleráveis. Se ele não quer mais jogar, que suma do nosso Botafogo! Aqui não é lugar para moleques e, principalmente, para covardes.

Foi só o apito inicial soar para que nossas esperanças de uma boa partida desmoronassem de vez. Um time apático, lento e que errava muitos passes. Completamente diferente do que estávamos acostumados a ver.

E assim como muitos, pensei: “Esse não é o meu Botafogo, esse não é aquele time das primeiras partidas da Libertadores”. Entretanto, para nossa tristeza, era sim. Era o mesmo time, os mesmos jogadores, mas outra postura.

Um meio campo irreconhecível com Airton e João Paulo completamente perdidos em campo, Camilo e Rodrigo Pimpão sem inspiração alguma e, para completar, ainda tivemos que aturar Bruno Silva com sua “cabeça fraca” (mais uma vez) chutar a bola no árbitro.

O pior de tudo são algumas perguntas que ficam sem respostas.  Por que jogadores tão elogiados em algumas partidas caíram tanto de produção? Será que ocorre algo internamente que não estamos sabendo? Torçamos que não!

Foi visível o quanto nosso adversário foi superior na partida (mesmo com um gol irregular), fomos massacrados durante os noventa minutos.

Gatito Fernandéz e Victor Luís foram os únicos que se salvaram. Nosso goleiro com grandes defesas e o nosso lateral, apesar de não ter feito uma excelente partida, ao menos lutou, correu do início ao fim e mostrou a mesma vontade de sempre.

Perder para o Grêmio fora de casa pode até ser considerado algo normal, mas perder tendo a atuação e a apatia que tivemos, isso não! Isso não pode ser aceito.

Espero que nosso comandante tenha chutado o balde dentro do vestiário e que faça algo para que, já a partir da próxima quinta-feira, as coisas mudem e possamos, enfim, voltar a sorrir novamente nessa temporada.

Avaliações sobre a partida de ontem:

– Gatito Fernández: Fez boas defesas e não teve culpa nos gols sofridos. Foi um dos poucos que se salvaram em uma noite de péssimo futebol.

– Emerson Santos: Até que se esforçou, mas isso não basta. Esteve muito perdido defensivamente e foi facilmente envolvido pelo ataque adversário. Não fez uma boa partida assim como quase todo o time.

– Marcelo: Tirou algumas bolas, mas não vai conseguir tirar todas. Não esteve tão bem dessa vez e deu alguns espaços.

– Igor Rabello: Aparentou estar meio perdido e também não teve boa atuação.

– Victor Luis: Sofreu muito com os avanços do adversário pelo seu lado, mas recuperou algumas bolas e mostrou a mesma correria e disposição de sempre.

– Airton: Não consegue voltar às boas atuações. Esteve muito preso e sequer conseguiu distribuir as jogadas no meio do campo.

– Bruno Silva: Muita correria e pouquíssima objetividade. Tomou mais um cartão “de graça” e dá claros sinais de que não está com a “cabeça boa”.

– João Paulo: Muitos erros de passe e falhas na marcação. Talvez tenha sido sua pior partida com a camisa alvinegra.

– Camilo: Péssima partida. Não consegue reencontrar o bom futebol e justamente por isso foi substituído logo no início do segundo tempo.

– Rodrigo Pimpão: Sempre se esforça, mas nada de muito produtivo. Foi outro a fazer uma partida muito ruim.

– Roger: Não teve boa atuação, mas isso se deve muito ao setor de meio-campo que não é capaz de deixá-lo uma vez sequer em condições de finalizar a gol.

– Guilherme: Entrou no lugar do Camilo e apesar da correria, não conseguiu nenhuma boa jogada.

– Gilson: Entrou no lugar do Airton e deu mais movimentação pelo lado esquerdo da equipe. Chegou bem ao ataque e teve tempo de mandar uma bola na trave em uma das raras chances de gol da equipe em toda a partida.

– Joel: Entrou no lugar do Roger e praticamente não pegou na bola nos pouco mais de quinze minutos em que esteve em campo.

– Jair Ventura: Não tinha muito o quê fazer. Poupou quem tinha que poupar e escalou o que tinha de melhor. Jogou no tradicional esquema com três volantes, mas foi completamente prejudicado pelas péssimas atuações de seus comandados e foi facilmente anulado durante toda a partida.

Uma derrota pra ser esquecida! Erros terão que ser consertados e reforços terão que surgir, além das dispensas (é claro!).

Afinal, não é possível que nossa diretoria e nossos dirigentes vão dar mais uma oportunidade a quem já mostrou que não quer mais vestir nossa gloriosa camisa.

Deêm vez a quem quer e sonha jogar num clube como o Botafogo!

Tenho a plena convicção de que a postura do time vai mudar já na próxima quinta-feira. Jogo difícil contra o atual campeão Atlético Nacional às 21:45 no Estádio Nilton Santos.

Nós torcedores, iremos fazer nossa parte, assim como fizemos das outras vezes e esperamos o mínimo, entrega e luta aguerrida. Por que essa foi a chave principal para os bons resultados que obtivemos nesse ano.

Precisamos da vitória a todo o custo (o empate talvez até acabe servindo) para conquistarmos a classificação nas fases de mata-mata do torneio mais importante do continente.

Contamos com vocês meus amigos! Contamos com vocês jogadores!

Por fim, volto a te convidar a conhecer os novos planos de sócio torcedor do Botafogo. Por apenas R$ 13,90 mensais, você ajuda nosso clube e tem uma série de benefícios no plano básico.

Associe-se em Sou Botafogo. O Botafogo somos nós e precisamos participar do processo de soerguimento do clube.

Saudações alvinegras! – Curta, comente e compartilhe!

Minhas redes sociais:          Twitter          /          Instagram          /          Facebook

Se você gostou, espalhe esta coluna pelas suas redes sociais e nos ajude na divulgação deste espaço.

Publicado no dia

Deixe um comentário! 5


  • Valdo Oliveira disse:

    Parabéns pela a coluna, pois falando do Botafogo eu acho que deve está acontecendo alguma coisa nos bastidores que a gente não sabe, pq esse mesmo time de messes atrás estava dando alegria para nossa torcida hj está dando uma preocupação, então vamos esquecer o que passou e foca no jogo de quinta-feira para podemos nos classificar para o mata a mata da libertadores…

    • Bruno Antunes disse:

      Valdo, em primeiro lugar, obrigado pela leitura e pelo elogio.
      Com relação aos bastidores, nos resta torcer para que o único problema interno seja o Sassá. Espero que resolvam logo a solução deste rapaz.
      Foco total no jogo da próxima quinta, e se Deus quiser iremos voltar com a vaga no bolso.
      A nossa estrela sempre brilhará mais forte.
      Grande abraço!

  • Guilherme disse:

    Acho que não conseguimos compreender o menino Sassá. Ele é jovem e faz suas cagadas, mas porque não ia fazer isso?

    Acho que o melhor para ele é a gente rescindir o contrato, liberar para ele ir pra outro clube. Cruzeiro, Paineiras ou até o Flamengo, como muita gente tava com medo. Não tenho problema com isso é vocês?

    Sou é muito realista. Acho que esse Botafogo de domingo é o nosso time, não os dos jogos da libertadores aqueles sim são isolados e não serve para avaliar elenco pra uma competição grande.

    Tô é muito preocupado

    • Bruno Antunes disse:

      Guilherme, concordo que o elenco não é dos melhores, mas a única maneira de se sobressair nessas horas é comendo grama, como foi nos primeiros jogos. Liberar o Sassá assim não é o caso. Deixa ele encostado até o fim do ano treinando em Marechal Hermes e ponto. Mas não podemos fechar os olhos caso apareça alguma proposta, afinal já seria algum alívio na folha salarial.
      Obrigado pela leitura e um grande abraço!

    • Guilherme disse:

      Bruno ficar encostado pra ir pra Flamengo depois você que isso passar essa vergonha! Outra vez? Igual Arão! Junho julho ele já pode de assinar com um clube então melhor ir logo. Vai ficar treinando separado pra que ele não vai assinar com outro clube se a gente vender ele porque ele vai preferir esperar e ganhar luvas. Aí é melhor se livrar agora é já não pagar mais o salário