Quando a fratura é moral

Seja o primeiro a comentar

UMA MUDEZ ESPANTOSA

O lance forte que resultou na fratura de tíbia e fíbula de João Paulo e pelas expectativas iniciais o alijam, literalmente, das competições do ano de 2018, nos fornecem indícios preocupantes: até o momento não tivemos nenhuma manifestação clara do atleta Rildo a respeito do lance. Talvez porque ele não tenha nada a dizer.

AQUILO FOI TUDO, MENOS ACIDENTE…

Nosso leitor não precisa ser um boleiro experiente para ter o direito de interpretar o lance como maldoso (afinal se Rildo está calado, nos consente o direito de concluirmos.). Todo mundo que já jogou futebol sabe exatamente o que aconteceu: a trava de sola no meio da canela sempre provoca contusões seríssimas e via de regra, fraturas. Este colunista não isenta e nem acredita em inocência de um atleta profissional de 28 anos de idade. Do jeito que ele entrou na jogada, ele assumiu o risco do que aconteceu e não serei eu a relativizar o lance.

MAIS UMA VERGONHA NO FUTEBOL BRASILEIRO (EM ESPECIAL NO CARIOCA)

A clamorosa falta de atitude do juiz Leonardo Garcia Cavaleiro que puniu uma jogada criminosa com um insosso e inadequado cartão amarelo, mostra bem o nível de um campeonato falido e cada vez mais desacreditado. A resposta da Comissão de Arbitragem que não punirá o árbitro é a “cereja” de um bolo estragado e azedo.

PODERIA SER DIFERENTE?

O futebol hoje pelo nível de projeção, interesse que desperta e profissionalismo poderia criar regras claras para suspender o atleta que provocou a contusão de um adversário (este colunista entende até que o faltoso deveria ser substituído na hora, se não fosse expulso). Porque atualmente isto fica sem definição, na liberdade de gestão que as ligas ao redor do mundo têm sobre seus respectivos campeonatos e dentro desta falta de regras, mais uma vez os campeonatos domésticos (e o carioca é ímpar) são omissos e mal feitos, para dizer o mínimo.

E JOÃO PAULO?

Só nos resta desejar o mais eficiente e rápido processo de recuperação e que retorne com confiança e sem sequelas para a sua carreira que estava num momento francamente ascendente.

Qualquer prejuízo técnico e financeiro que o Botafogo terá (e não será pequeno) perde importância quando pensamos no atleta e ser humano.

Apenas e Sempre Botafogo ! Saudações Alvinegras.

Crédito da foto:

JC On line – Reprodução

 Sabia que você pode receber as notícias do site da Rádio Botafogo com toda tranquilidade? Vá em www.radiobotafogo.com.br e assine o site colocando seu email. É rápido, grátis e simples!

Publicado no dia

Deixe um comentário! 0