Receitas: temos que ser campeões em crescimento

Seja o primeiro a comentar

QUANDO O ASSUNTO É DINHEIRO: O MENOR ENTRE OS GIGANTES

Já não é de hoje que a capacidade de gerar Receitas do nosso amado Glorioso é a menor entre os Clubes mais tradicionais e infelizmente o quadro não parece mudar.

Ao contrário: a distância aumenta cada vez mais para os protagonistas e parece que sermos alcançados pelo “bloco intermediário” formado por clubes tradicionais como Atlético PR, Coritiba, Sport, Bahia e Vitória, é uma questão de tempo.

UMA ANÁLISE SINTÉTICA

Coletando os números oficiais publicados nos Balanços Patrimoniais dos clubes desde 2010 até 2016, podemos conhecer alguns dados que ajudarão ao torcedor alvinegro a conhecer a verdadeira situação do clube:

a) a posição do Botafogo está inalterada: éramos o 12° gerador de Receitas em 2010 (R$ 53 milhões) e continuamos na mesma posição em 2016 (R$ 160 milhões).

b) Perante aos rivais do Rio de Janeiro, perdemos participação no mercado o que preocupa muito: nossos vizinhos têm conseguido aumentar suas Receitas com mais competência que nós. Em 2010 representávamos 15,4% das Receitas dos quatro grandes do Rio de Janeiro e em 2016 representamos 13,6%. Esta diferença de 1,8% em 2016 representa R$ 21 milhões a menos em nossos cofres.

c) Em 2016 ao classificarmos os 12 principais clubes por ordem de grandeza de Receitas teremos: R$ 400 milhões ou mais = Flamengo, Palmeiras, Corinthians e São Paulo; R$ 300 milhões = Grêmio, Atlético MG, Santos, Fluminense e Internacional; até R$ 250 milhões = Cruzeiro e Vasco da Gama e entre R$ 150 e R$ 200 milhões = Botafogo.

d) Alguns clubes de importância regional aproximam-se rapidamente do patamar de R$ 150 milhões de Receitas anuais: Atlético PR, Bahia, Coritiba, Vitória e Sport.

RECEITAS SÃO DIFERENTES DE DISPONIBILIDADES

crédito: economia.ig.com.br

Como todo alvinegro sabe, somos o Clube mais endividado do país e isto tem significado um “serviço da dívida” enorme: cerca de R$ 60/R$ 70 milhões anuais para cumprir parcelamentos e acordos diversos.

Portanto, na prática, nossa capacidade de investimento já é menor (quando muito, equivalente) que a de Atlético PR, Bahia, Coritiba, Vitória e Sport.

QUAL A SAÍDA?

Temos que ser o melhor Departamento de Marketing dentre os clubes brasileiros. Os grupos de Receitas são os mesmos para todos: venda de ingressos, sócio torcedor, venda de atletas, clube social (divisões de base/escolinhas/eventos), direitos de transmissão de TV, receitas com estádio (para os que possuem), propaganda/marketing/merchandising e patrocínios.

Nós necessitamos mais dentre os grandes clubes brasileiros e precisamos recuperar nossa grandeza em capacidade de investimento.

Chega de viver apenas da nossa rica História.

O MELHOR DEPARTAMENTO DE MARKETING DO BRASIL

Para o nosso Glorioso, nós torcedores (consumidores) exigimos o melhor…

O caminho é longo: nosso sonhado melhor Departamento de Marketing do Brasil levaria mais de 5 anos para nos colocar, pelo menos, entre os 6 ou 8 maiores geradores de Receitas.

Apenas e Sempre Botafogo ! Saudações Alvinegras !

Crédito da foto principal: hceduc.com.br

Publicado no dia

Deixe um comentário! 0