Redes Sociais

Colunas

Com ou sem emoção?

Publicado

em

Haja emoção. O torcedor alvinegro que passou pela última semana sem nenhum problema cardíaco provavelmente está com o coração em dia. Os últimos três jogos do Botafogo foram verdadeiros testes para cardíacos. As vitórias que consolidaram a arrancada e levaram o time à zona de classificação para Libertadores foram todas construídas nos minutos finais. Foi assim contra Figueirense (1 a 0), Inter (1 a 0), e neste domingo diante do Atlético-MG (3 a 2).

A vitórias no fim talvez não sejam por acaso. Jair Ventura não pode ser acusado de não arriscar. Em 16 jogos no comando do Botafogo, ele ainda não sabe o que é empatar. Com ele, é tudo ou nada. No Campeonato Brasileiro, foram dez vitórias e três derrotas.

– Penso dessa maneira. No jogo contra o Figueirense, o Emílio Faro (auxiliar) me alertou que o jogo estava muito aberto no segundo tempo. Que bom. É lógico que jogando dessa maneira você também pode perder. Mas tem vezes que temos que optar por ir para cima. A gente vem fazendo gols no final das partidas. Mérito de todo grupo, da preparação física, do Ednislon Senna (chefe da preparação), da fisiologia. Não adianta eu querer intensidade por 90 minutos, e o time não responder – analisou Jair Ventura.

O treinador, no entanto, reconheceu que as últimas vitórias alvinegras foram verdadeiros testes para cardíacos. Para ele, porém, o importante é vencer.

– Tem que estar (com o coração em dia). A gente dorme pouco, trabalha muito. Prefiro vencer, não importa como. É claro que de maneira leal, mas quero sempre vencer.

Confira abaixo as três últimas vitórias do Botafogo, todas decididas nos minutos finais.

Figueirense 0 x 1 Botafogo (29º rodada)

Em jogo nivelado por baixo, com emoção somente nos minutos finais, o primeiro empate do Botafogo sob o comando de Jair Ventura parecia certo. Nos acréscimos, no entanto, Bruno Silva aproveitou um chute / cruzamento de Rodrigo Pimpão e mandou de primeira para o gol, aos 46 minutos do segundo tempo, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Botafogo 1 x 0 Inter (30ª rodada)

O jogo na Arena Botafogo foi aberto, os dois goleiros fizeram grandes defesas, mas só no fim o Botafogo conseguiu construir a vitória. Em um lance polêmico, que gerou muita reclamação por parte dos colorados, o árbitro marcou pênalti de Eduardo em Sassá. O próprio atacante cobrou e deu os três pontos ao time carioca, aos 40 minutos da etapa final.

Botafogo 3 x 2 Atlético-MG

O Botafogo foi para o intervalo vencendo por 2 a 0, o jogo parecia resolvido, mas o Atlético-MG foi buscar o empate no segundo tempo na Arena Botafogo. Após uma atuação que beirou a perfeição na etapa inicial, o Alvinegro parecia sem forças para buscar mais um gol. No entanto, empurrado pela torcida, o time carioca conseguiu a vitória, com um gol de cabeça de Dudu Cearense aos 45 minutos. Haja coração!

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: