Redes Sociais

Notícias

Dirigente diz que Botafogo precisa de R$ 50 milhões até o fim de 2019: “É um paciente em estado grave na UTI”

Publicado

em

O vice-presidente executivo do Botafogo voltou aos microfones para falar sobre a crise financeira que assola o clube e provoca atraso no pagamento de salários de jogadores e funcionários. Desta vez, em entrevista à Rádio Globo, na tarde deste domingo, Luis Fernando Santos usou palavras mais duras para ilustrar a situação delicada de General Severiano.

Além de revelar que o Botafogo precisa de “mais R$ 50 milhões” para chegar ao fim da temporada 2019, o dirigente disse que o clube é um “paciente em estado grave internado numa UTI”.

– A situação do Botafogo é conhecida há muito tempo. E nós sabíamos que 2017 talvez fosse o último ano que nós pudéssemos ter uma solução financeira que não fosse através da venda de jogadores. Nós sabíamos que em 2018 e 2019 precisaríamos de R$ 70 milhões por ano, fora as receitas normais que o Botafogo gera (venda de patrocínio master, fazer jogo, ter sócio-torcedor). Além disso tudo, nós precisaríamos de R$ 70 milhões de receitas extraordinárias para vencermos o passivo que carregamos. Hoje 48% das receitas são para pagar dívidas. Isso ficou muito claro no início do ano passado e, principalmente, esse ano, quando o nosso orçamento, olhando tudo que temos para pagar, ele ficava R$ 60 ou 70 milhões abaixo das receitas possíveis (…) O que a gente precisava hoje? É que alguém de alguma forma, seja com venda de jogador ou algum empréstimo, fizesse que nós obtivéssemos alguma coisa imediata em torno de R$ 15 milhões. E precisamos conseguir até o final do ano, considerando as nossas receitas e outros empréstimos, alguma coisa em torno de mais R$ 50 milhões. É muito dinheiro. É uma situação extremamente dura e dramática. O Botafogo está em uma situação muito ruim e com muita dificuldade de superar isso (…) O Botafogo é um paciente em estado grave internado numa UTI – classificou.

Apesar das declarações deixarem qualquer alvinegro bastante alarmado, Luis Fernando tratou de garantir que não há a menor chance do Botafogo acabar.

– O torcedor deve se preocupar? Deve, deve se preocupar. O Botafogo vai acabar? Não, o Botafogo não vai acabar. Não há, não vejo e tenho certeza que não existe a mais remota possibilidade do Botafogo acabar. A pergunta é: o quão machucado vamos sair dessa situação? – continuou.

Fonte: Rádio Globo e Fogãonet.com

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: