Redes Sociais

Bruno Antunes

ELIMINAÇÃO E TÍTULO

Publicado

em

Essa semana foi de fortes emoções, altos e baixos.

Ontem, tivemos aquele joguinho pra cumprir tabela contra as Marias lá em Minas depois de termos praticamente entregado a classificação na Copa do Brasil aqui em casa no início do mês.

Eliminação já esperada devido ao resultado do primeiro jogo. Mas o que ficou pra mim desse jogo é que: Jogador profissional tem que ter, no mínimo, vontade.

Muitos que estiveram em campo e tinham chance de mostrar alguma coisa, nem vontade demonstraram. Não exigindo que revertessem o placar, mas vontade era o mínimo esperado.

O Jair foi perfeito na escalação de ontem. Eu faria exatamente o mesmo, pois dificilmente reverteríamos o resultado e cansaríamos o time titular de qualquer forma depois de uma sequência de jogos absurda em setembro.

Além disso, cabia a esses jogadores entrar com vontade, mordendo cotovelo para provarem que deveriam permanecer ano que vem ou brigar por uma vaga no time titular.

Pelo contrário, provaram que são incapazes em sua maioria e foi uma ótima situação para já avaliar o elenco para o ano que vem em uma disputa praticamente já definida antes do apito inicial.

Que se reveja esse jogo na hora de montar a barca no fim do ano, pois essa partida foi o retrato do que a maioria deles fez ao longo de toda a temporada.

Iniciamos o jogo com: Helton Leite, Diego, Renan Fonseca, Emerson Silva, Victor Luis, Dierson, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, Leandrinho, Salgueiro e Luis Henrique. Entraram: Gervásio Nuñez (Salgueiro), Rodrigo Pimpão (Luis Henrique) e Vinicius Tanque (Rodrigo Lindoso).

Aos 2’, o nosso zagueiro Renan Fonseca achou que já era dia de São Cosme e Damião e quase entregou a paçoca já no início do jogo.

A postura do time era sonolenta para quem precisava fazer o resultado e ficava claro a todos que o Botafogo nem tentaria o placar que lhe daria a classificação. O time entrou para jogar a partida como se ela realmente estivesse começando num 0 x 0 fora de casa.

Apenas aos 16’, tivemos nossa primeira chance. Lindoso bateu de fora da área para defesa do goleiro adversário.

Aos 24’ e 31’, o Cruzeiro teve duas oportunidades. A primeira em chute contra a própria meta de Bruno Silva, em que Helton Leite precisou bater rápido pro lado; a segunda em cabeçada por cima do gol.

Aos 36’, não teve jeito. Em cobrança de escanteio, o zagueiro de azul subiu sozinho no meio da zaga e cabeceou no canto. 0 x 1 pra eles.

Não considerei falha do Helton Leite, mas acredito que os dois goleiros de seleção que temos pegariam essa bola.

Aos 38, Leandrinho tentou chute de fora da área e foi só. Fim de primeiro tempo.

Aos 4’ da etapa final, Luis Henrique chutou mal da entrada da área para fora.

O Cruzeiro sempre esteve muito mais perto de aumentar o placar do que o Botafogo de diminuir.

Com chances aos 26’, 28’ e 33’, (aos 28’, inclusive, na trave), o Cruzeiro abusou de perder oportunidades e o Botafogo, apático, aceitava tudo passivamente.

Vinicius Tanque ainda entrou faltando 10 minutos para o fim da partida, mas em nada alterou a postura da equipe. Fim de papo.

A destacar apenas a atuação de Victor Luis, bem novamente e a já conhecida raça de Rodrigo Pimpão. Lindoso e Bruno Silva foram razoáveis e não comprometeram.

No meu ponto de vista, Jair escalou o time corretamente, colocando apenas três titulares. Victor Luis, que está suspenso do próximo jogo, Lindoso, que voltava de lesão e não vinha nessa sequência absurda de jogos e Bruno Silva, que ficou suspenso no meio dessa sequência e acabou ficando vários dias sem entrar em campo.

Por outro lado, os nomes abaixo devem ser destacados, guardados e bem avaliados pela comissão técnica já pensando em 2017:

– Helton Leite: Não possui a menor condição de defender a camisa do Botafogo. Quando chegou até foi bem, mas desde que precisou assumir o lugar de Jefferson, demonstrou toda sua incapacidade psicológica de lidar com a pressão de vestir essa camisa gloriosa.

– Diego: Esse jogo deixou bem claro o porquê da improvisação do Emerson Santos na lateral mesmo com um jogador da posição disponível no elenco. Diego tem apenas um bom cruzamento quando vai ao ataque e mais nada.

– Renan Fonseca: Não considero que seja tão ruim quanto vem sendo execrado, porém assim como Helton Leite, demonstra fragilidade psicológica incompatível com a necessidade exigida a quem pretende defender um grande clube.

– Emerson Silva: Me pergunto como ele chegou a ser convocado para a seleção. Botinudo, rebate todas as bolas para qualquer direção e não passa nenhuma segurança ao time. Ao lado de um zagueiro de qualidade, pode até ser que não comprometa.

– Dierson: Não sei como conseguiu se profissionalizar. É um volante muito limitado que deve perder ainda mais espaço com as subidas de Matheus Fernandes e outros garotos do Sub-20. Ficou claro também porquê o Jair prefere improvisar o Diogo no meio colocando o Victor Luis na lateral do que manter o esquema com três volantes.

– Leandrinho: Demonstra qualidade técnica para se tornar um bom jogador, porém maior do que seu futebol é seu ego. Se não “baixar a bolinha” e colocar a cabeça no lugar, nunca se tornará uma realidade.

– Salgueiro: Não trouxe seu futebol para o Brasil. Fez o gol de empate contra o Flamengo e só. Em campo, parece mais a Gisele Bundchen na abertura das Olimpíadas do que um jogador com vontade de se tornar titular. Desfila em campo na maior parte do tempo.

– Luis Henrique: É impressionante o talento que está sendo desperdiçado. Obviamente, o garoto subiu cedo demais e está sendo prejudicado por esta atitude desesperada da diretoria no ano passado. Por ouro lado, nada justifica a falta de vontade e a lerdeza desse garoto em campo. A única conclusão que chego é que ele realmente quer sair.

– Gervásio Nuñez: Mostrou o mesmo de sempre… Nada!

– Vinicius Tanque: Entrou já no fim do jogo e nada pôde fazer. Não há como avaliar sua atuação devido ao pouco tempo dentro de campo, embora eu não acredite nem um pouco em seu futebol.

Eliminação ratificada e foco total no Brasileiro a partir de agora.

Por falar em Brasileiro, que alegria nos deu essa garotada do Sub-20 na terça, hein?

A foto que ilustra esse nosso papo hoje não poderia ser outra. Parabéns a essa galera que fez um belo Campeonato Brasileiro e se sagrou campeão nesta semana. Título inédito e merecido!!!
Depois do título do Campeonato Carioca, o nacional veio ratificar a qualidade do elenco e amadurecer ainda mais os diversos talentos desta equipe.

Com gols de Yuri e Kanu, um em cada tempo, o Fogão venceu o Corinthians dentro do Itaquerão depois do empate em 1 x 1 aqui na nossa Arena Botafogo na semana passada.

O Corinthians começou pressionando nos primeiros quinze minutos e o Botafogo segurou bem a pressão inicial, igualando as ações após este início e abrindo o placar aos 45’. Bochecha deu lindo passe de trivela para Yuri invadir a área paulista e abrir o placar. Destaque para o excelente corta-luz feito por Matheus Fernandes no momento do passe de Bochecha à Yuri.

No início do segundo tempo, oportunidades desperdiçadas pelas duas equipes. O Botafogo perdeu a chance de ampliar com Matheus Fernandes e, na sequência, o Corinthians meteu uma bola na trave.

Aos 21’, nova grande defesa do goleiro paulista, mas aos 27’, o gol que garantiu o título. Em cobrança de falta para a área, o zagueiro Kanu se esticou todo e empurrou para o fundo da rede. 2 x 0 Fogão e título garantido.

O Corinthians precisaria virar a partida, porque empates a partir de 2 x 2 também seriam favoráveis ao alvinegro de General Severiano.

Mas nem diminuir, eles conseguiram. O Botafogo seguiu melhor durante todo o restante da partida e ainda teve a chance de ampliar aos 45’, em pênalti sofrido por Renan Gorne e perdido por Bochecha, que bateu por cima, pra fora.

Nem fez diferença, a vitória por 2 x 0 era mais do que suficiente para que esses garotos trouxessem a taça para a nossa sede.

Dos destaques que devem pintar no elenco profissional, temos Marcelo (zagueiro), Bochecha (volante/meia), Matheus Fernandes (volante) e Renan Gorne (atacante). Além deles, vários outros devem ter oportunidades, como: Marcinho (lateral-direito que já até jogou nos profissionais), Victor Lindenberg (lateral-esquerdo), Pachu e Yuri que também se destacaram ofensivamente e com gols. Não podemos esquecer também do atacante Lucas Campos, que se machucou no início da temporada e acabou perdendo espaço, mas também é muito bom jogador.

Entre terça e quarta-feira tivemos emoções completamente distintas. Prefiro ficar com a lembrança de terça e com a perspectiva de futuro que esses jovens nos deram.

Um Botafogo com base forte e revelador de novos talentos para que o futuro do clube seja de conquistas e que essa estrela brilhe cada vez mais reluzente.

Agora, voltamos ao Brasileiro onde enfrentaremos o América-MG, último colocado, fora de casa no sábado às 21:00. Jogo contra o lanterna é uma bela oportunidade de garantirmos mais três pontos longe do Rio e ratificar nossa posição de visitante indigesto desse segundo turno.

Vamos, Botafogo!!! Que o exemplo de entrega do Sub-20 sirva para a reflexão de muitos profissionais que passaram a maior parte do tempo no banco em 2016 e nas oportunidades que tiveram, nada demonstraram para deixar a reserva.

Alô diretoria!!! Olho no elenco, avaliação criteriosa e com parcimônia e foco no planejamento já de olho em 2017, ok?

Por fim, volto a te convidar a conhecer os novos planos de sócio torcedor do Botafogo. Por apenas R$ 13,90, você ajuda nosso clube e tem uma série de benefícios no plano básico. O clube baixou os preços dos pacotes e agora os novos valores são: R$ 100,00 (arquibancada Norte), R$ 195,00 (arquibancada Leste) e R$ 390,00 (Social) para todos os jogos restantes com mando de campo do Botafogo no Campeonato Brasileiro.

Associe-se em Sou Botafogo. O Botafogo somos nós e precisamos participar do processo de soerguimento do clube.

Saudações alvinegras! – Curta, comente e compartilhe!

Minhas redes sociais:

Twitter: @thiagoantunesc

Facebook: Nosso Escudo no Lugar do Coração

Curta a página e coloque nos seus favoritos!

Se você gostou, espalhe esta coluna pelas suas redes sociais e nos ajude na divulgação deste espaço.

Sigo com minha bandeira na mão e nosso escudo no lugar do coração!

Bruno Antunes

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: