Redes Sociais

Notícias

Fogão vence CSA. “Iiiihhhhh, libertadores qualquer dia “tamo”aí”

Publicado

em

Foi com emoção, nos acréscimos do segundo tempo, mas o Botafogo conseguiu vencer o CSA por 2 a 1 na noite de hoje, no estádio Rei Pelé, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O time de Maceió começou melhor e abriu o placar com Carlinhos no início do segundo tempo, mas Cícero, aos 37, e Alex Santana, aos 48, marcaram os gols da virada.

O resultado marca o fim de um “tabu” para o time carioca, que ainda não havia vencido fora do Rio de Janeiro nesta edição do Brasileiro – seu único triunfo como visitante foi no Maracanã, contra o Fluminense.

O Botafogo chega a 15 pontos conquistados e sobe para a quarta posição, enquanto o CSA se mantém com seis pontos em oito rodadas e é o 19º colocado, à frente apenas do Avaí.

Cronologia:
O CSA começou o jogo mais aberto, em busca de chances, enquanto o Botafogo se fechou e apostou nos contra-ataques. Aos 16 minutos do segundo tempo, Carlinhos abriu o placar para o CSA após lançamento de Jonatan Gómez e marcou seu primeiro gol com a camisa do clube. Aos 37, Cícero deixou tudo igual. E aos 48 do segundo tempo, Alex Santana garantiu o triunfo para o Botafogo.

Quem foi bem: Cassiano e Diego Souza
Cassiano ganhou uma chancede Cabo, deu mobilidade ao ataque do CSA e atrapalhou a vida de Diego Cavalieri, tanto com chutes de fora da área quanto com bolas cruzadas na área, mas não conseguiu deixar sua marca. Do lado do Botafogo, Diego Souza quis jogo desde o início, seja puxando contra-ataques, fazendo corta-luz dentro da área ou arriscando de fora. Foi compensado com a assistência para Cícero.

Jonatan Gómez estreia pelo CSA
Emprestado pelo São Paulo, onde teve pouco espaço na última temporada, o meia Jonatan Gómez fez sua estreia com a camisa do time alagoano depois de se regularizar no BID, na última quinta-feira. Gómez fez o lançamento que originou o gol de Carlinhos. Antes, mandou uma bola de fora da área e assustou Diego Cavalieri.

CSA dá trabalho para Diego Cavalieri
Desde o começo do jogo, o CSA mostrou que queria jogo. Foi para cima, enquanto o Botafogo optou por se fechar à espera do erro adversário. A primeira chance saiu do lado do Botafogo, em boa jogada de Diego Souza, que acertou no travessão. O camisa 7 tentou de tudo que foi jeito, desde puxar contra-ataques até corta-luz, mas não teve jeito do Botafogo balançar a rede.

CSA vai para cima e abre placar
Com mais finalizações no primeiro tempo, o CSA não arredou o pé na volta do intervalo. Matheus Sávio obrigou Diego Cavalieri a trabalhar. O Botafogo respondeu com João Paulo, mas Jordi também estava ligado no jogo. Aí foi a vez de Cassiano, que fez Cavalieri espalmar uma bola, mas ninguém aproveitou o rebote. Até que, aos 16 minutos, Carlinhos aproveitou lançamento de Gómez e cabeceou com firmeza para o fundo do gol.

Cabo tenta segurar time, sem sucesso
Na frente no placar, Cabo tirou o atacante Maranhão para a entrada do meio-campo Madson a fim de tentar fechar mais o time. Do outro lado, Barroca sacou o meia Luiz Fernando e do volante João Paulo para entrada dos atacantes Pimpão e Lucas Campos. Foi para o tudo ou nada e deu resultado: o Botafogo passou a bombardear o goleiro Jordi, que até então havia ido bem. Ele precisou fazer uma grande defesa contra chute de Diego Souza, viu Gilson chutar por cima do travessão, mas não teve a mesma sorte contra Cicero, que aproveitou uma jogada de Rodrigo Pimpão e Diego Souza para empatar o jogo.

Alex Santana vai do inferno ao céu
Conhecido pela pontaria afiada, Alex Santana não esteve bem no estádio Rei Pelé. Teve pelo menos três boas chances de abrir o placar para o Botafogo no primeiro tempo, mas não caprichou na finalização. Ele estava entre os piores do time, mas, nos acréscimos do segundo tempo, achou um gol: aproveitou o rebote da cobrança de escanteio de Diego Souza e ajudou a garantir três pontos para o Botafogo.

FICHA TÉCNICA
CSA 1 X 2 BOTAFOGO

Local: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 9 de junho de 2019 (domingo)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçaves Lima (RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor e Leirson Peng Martins (ambos do RS)
Gols: Carlinhos, aos 16′, e Cícero, aos 37′, e Alex Santana, aos 48′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Naldo, Rodrigo Pimpão, Luciano Castán
Cartões vermelhos: –

CSA: Jordi; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Didira, Jonatan Gómez, Matheus Sávio e Maranhão (Madson); Cassiano. Técnico: Marcelo Cabo

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Fernando, Joel Carli, Gabriel e Gilson; Alex Santana, Cícero e João Paulo (Lucas Campos); Erik, Diego Souza e Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão). Técnico: Eduardo Barroca

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: