Gatito será o titular diante do Nacional

Seja o primeiro a comentar

Jair Ventura fez mistério na coletiva de imprensa, mas avisou que não tinha mais dúvidas e já tem definido o time na cabeça. E no que depender dos últimos treinos, a escalação contra o Nacional-URU nesta quinta-feira não vai mudar muito em relação ao jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. Em atividade a portas fechadas na manhã desta quarta, no Nilton Santos, o técnico deu a entender que as únicas mudanças serão Luis Ricardo na lateral direita e Igor Rabello na zaga.

A maior dúvida de Jair era no gol: Gatito, que vem fazendo grandes partidas e já foi herói na Libertadores, ou Jefferson, que retornou com tudo depois de um ano parado? Com os dois relacionados pela primeira vez desde que o ídolo voltou a jogar, o comandante decidiu manter o paraguaio debaixo das traves para a partida às 19h15 (de Brasília), no Nilton Santos.

Emerson Santos e seu xará Emerson Silva sequer foram relacionados por opção técnica. O primeiro, coincidentemente, vive um imbróglio para renovação, vem recebendo sondagens e deve deixar o clube ao fim do contrato em dezembro. Na entrevista coletiva, ao ser questionado se a situação extra-campo do defensor poderia ter influência sobre sua escalação, respondeu:

– Não. Prova disso ficou o jogo do Cruzeiro. Ele jogou e foi bem. Isso varia muito de um atleta para outro. No domingo ele estava com febre, de casaco, tremendo, mas pediu para jogar. Mostra que está focado, independentemente de permanecer ou não. Torço pela sua permanência, é um coringa. Em jogos onde se pode relacionar poucos você leva o cara que pode fazer mais de uma função. Esse é o Emerson. Torço para que possa dar certo na renovação dele e possa ficar.

Como só pode levar sete para o banco, Jair optou por ter só Marcelo de defesa, que pode fazer a zaga ou a ala direita, e priorizou opções ofensivas. E testou ainda variações, principalmente com a entrada de Marcos Vinícius no lugar de Lindoso, em uma provável substituição para o segundo tempo. O técnico também treinou bolas paradas e pênaltis, caso do Nacional-URU devolva o placar de 1 a 0 da ida. O Glorioso joga por qualquer empate para chegar às quartas de final.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo

Foto: Vitor Silva

Publicado no dia

Deixe um comentário! 0