Redes Sociais

Notícias

Hora de correr, Botafogo.

Elenco fica completo na segunda(24) e começa sua pré-temporada em busca do estilo “barroquismo”.

Publicado

em

Chegou a hora. O período que o novo treinador alvinegro pediu para implementar o “Estilo Barroca” chegou. Nesta segunda o elenco fica completo e começa sua pré-temporada em busca do estilo “barroquismo”.

Os jogadores tiveram cerca de onze dias de parada, desde o começo da Copa América, e, agora, serão submetidos a três semanas de treinamento. Felippe Capella, gerente de preparação física do Botafogo, comentou sobre este tempo para qualificar a equipe.

– É um período bastante interessante para o período final da temporada. Tivemos onze dias de folga, é um período que usamos para diminuir a carga dos atletas, visto a rotina de jogos, treinos e viagens, então é sempre bem-vindo essa oportunidade de dar esse intervalo de recuperação durante a temporada – afirmou, à “Rádio Brasil”.

O departamento físico do Botafogo resolveu separar o grupo de acordo com a minutagem de cada jogador. Um grupo de 14 jogadores, a maioria deles reserva, se apresentou na última quarta-feira; durante a semana, outros atletas apareceram e, na próxima segunda-feira, Eduardo Barroca terá todo o grupo à disposição para os treinamentos.

– O mais interessante é o atleta estar jogando o maior tempo possível, respeitando a individualidade e a carga gerada nas partidas, mas esse período traz treinos que se aproximam muito da realidade de jogo. A gente procura ser o mais específico possível e, de acordo com a programação, tem jogos-treino, jogos contra os juniores, conseguimos minimizar o máximo e, mesmo sem jogos, fazer um trabalho de qualidade com os atletas. Temos três semanas corridas para poder desenvolver toda a parte muscular e técnica – analisou.

Veja outros pontos falados por Felippe Capella:

Existe algum trabalho específico com o Victor Rangel?

– O Victor Rangel se apresentou, fizemos algumas avaliações, e ele já está fazendo um trabalho específico, para ele voltar à nossa realidade, que é bem intensa, com boas sessões de treino. Ele já passou por esse período, tanto que ele não foi liberado de imediato para jogar, a gente optou por essa adaptação para ele estrear na melhor condição física possível. É um atleta super dedicado e comprometido.

Como é trabalhar com Eduardo Barroca?
– O Barroca é um cara simples, gosta muito de trabalho, é um profissional exigente, mas é um cara de grupo. Todos compraram a ideia dele, isso faz a diferença. É extremamente capacitado, são apenas elogios a ele, é um cara que dá bastante liberdade, os atletas aceitaram ele de uma maneira benéfica.

Fonte: Terra.com.br

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: