Jair tenta explicar tropeços em casa “é uma tendência”

Seja o primeiro a comentar

Duas derrotas consecutivas no Nilton Santos atrapalham os planos do Botafogo de chegar ao G4 do Brasileirão e garantir vaga direta para a Libertadores em 2018.

O Alvinegro errou muito na tarde deste sábado chuvoso e não conseguiu aproveitar o mando de campo para se aproximar mais dos primeiros colocados. O Atlético-PR também não foi brilhante, mas contou com falha do goleiro Gatito Fernandez para garantir a vitória por 1 a 0.

Jair Ventura tenta explicar os tropeços em casa a partir dos números do Brasileirão em 2017. O desempenho dos visitantes tem sido melhor do que nos anos anteriores.

– No Brasileiro desse ano o maior número de vitórias vem sendo dos visitantes. Na última rodada, foram cinco. É uma tendência. Vencemos fora e perdemos um clássico. É a tendência, quando joga fora tem a situação de jogar em um erro do adversário, e o Atlético-PR fez muito bem isso. As nossas melhores chances passaram perto, não foram no gol. Não vou me defender nos indicadores. Mas o time do Botafogo criou. O Atlético-PR foi cirúrgico.

Jair fala de bom desempenho dos visitantes nessa edição para justificar derrotas no Nilton Santos

Os torcedores não ficaram satisfeitos com o que viram no Nilton Santos. O fraco desempenho do Botafogo rendeu vaias por parte da torcida no fim do confronto. O técnico alvinegro comentou as cobranças e disse não estar chateado com os pedidos por raça.

– Quando se trabalha com time grande, com time gigante como o do Botafogo, está sempre sobre pressão. Prefiro ser cobrado por classificação à Libertadores do que para sair do rebaixamento. Quando eu cheguei, éramos 17º colocados.

Fonte: Globoesporte.com

Publicado no dia

Deixe um comentário! 0