Jobgol relembra 2009 e acredita na vitória contra São Paulo

Seja o primeiro a comentar

Atacante segue acompanhando de longe o Botafogo, diz que jogo de 2009 é o mais lembrado pelos torcedores e dá dica ao atual elenco: “Sangue no olho e carrinho de cabeça”.

A ascensão do Botafogo no Brasileirão tem pela frente o líder do campeonato: neste domingo, às 16h (de Brasília), o time de Zé Ricardo recebe o São Paulo no Nilton Santos com o objetivo de se distanciar mais da zona de rebaixamento. Um cenário bem parecido com nove anos atrás.

Em 2009, na antepenúltima rodada, o Botafogo enfrentou o então líder São Paulo no mesmo palco deste domingo e conseguiu se manter fora do Z-4 graças a uma vitória por 3 a 2, com um gol de Jobson aos 44 do segundo tempo

Jogo de 2009 é a melhor lembrança do promissor jogador.

Autor de dois gols, o atacante foi o herói alvinegro na ocasião e até hoje não esquece aquele jogo. Atualmente em Brasília, onde mora e tenta recomeçar a carreira após cumprir suspensão de três anos da Fifa por doping, Jobson desta vez não estará no Nilton Santos, mas crê que o Botafogo repetirá o roteiro:

– Pode sim (surpreender o líder). O Botafogo está com elenco bom. O campeonato está muito disputado, não tem nenhum time disparado como teve o Corinthians no ano passado. Tem tudo para o Botafogo ganhar do São Paulo, e ganhar do líder é sempre bom. Dá uma motivação a mais, e acho que ainda tem chance de Libertadores. Vou estar na torcida acompanhando. Semana que vem devo estar aí no Rio e vou em algum jogo.

O local do reinício é onde tudo começou: em julho, aos 30 anos, Jobson assinou contrato por três temporadas com o Brasiliense, que o revelou. Mas sem competições para jogar em 2018, o clube o emprestou ao Capital, da Segundona estadual, onde ele voltou a jogar futebol neste mês de setembro e já pode ser campeão neste sábado.

Publicado no dia

Deixe um comentário! 0