Redes Sociais

Notícias

Juca Kfouri, um babaca pequeno ou babaca de várzea? Você decide!

O senhor Juca Kfouri, desrespeita as tradições do Botafogo ao dizer que somos um time pequeno ou de várzea. Estamos consciente das nossas dificuldades, sabemos da diferença hoje da qualidade das equipes, mas o senhor deveria ter a hombridade e ética de saber respeitar as pessoas que amam seus clubes.

Publicado

em

Não bastasse o poder financeiro do Palmeiras, conquistado por méritos de uma administração, até agora exemplar no futebol brasileiro, com um time muito superior à quase totalidade dos demais clubes do campeonato, tivemos que aturar a parcialidade do soprador de apito que conseguiu dar 11 cartões amarelos para o time do Botafogo e ter um pênalti marcado pelo VAR de maneira equivocada, para não falarmos de vergonhoso e descarado.

Não há dúvida da superioridade técnica do time do Palmeiras e que a vitória seria merecida, se tivesse vindo de maneira correta, pois jogou muito melhor e dominou a partida, mas o que vale no final é que precisaram vencer com a ajuda do Soprador de Apito.

Falando em descarado, entramos agora no tema Juca Kfouri que consegue ainda, mesmo diante do seu ostracismo, manter sua empáfia de se achar um profundo conhecedor do futebol e de poder falar o que pensa sobre os demais Clubes em troca apenas de alguns cliques no seu blog no uol.

O senhor Juca Kfouri, desrespeita as tradições do Botafogo ao dizer que somos um time pequeno ou de várzea. Estamos consciente das nossas dificuldades, sabemos da diferença hoje da qualidade das equipes, mas o senhor deveria ter a hombridade e ética de saber respeitar as pessoas que amam seus clubes.

Mas o que esperar de um Babaca pequeno ou um Babaca de várzea, você decide, abandonado pela mídia exatamente pela sua arrogância e baboseiras que anda escrevendo atrás de alguns poucos cliques. Basta ver o CV do Juca para ter certeza que ele parou no tempo e tem participado das mesas de debates quase por favor de alguns cronistas que devem sentir pena de tamanha falta de brilho.

Para alguns Jornalistas, para ter visibilidade precisa criar conflito entre extremos e promover o ódio, principalmente quando existe um lado mais vantajoso para a audiência, para seus poucos cliques que ainda pingam nesse seu Blog. Duvido, aposto sua quase nenhuma credibilidade, que o senhor escreveria algo nesse nível para qualquer time de SP ou que as TV’s tenham interesse comercial.

O Senhor, no mínimo, é um Babaca!

SOBRE O JUCA KFOURI

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999. Atualmente está também na ESPN-Brasil. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha.

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: