Redes Sociais

Bruno Antunes

LIBERTADORES, TÔ CHEGANDO, HEIN!!!

Publicado

em

Se não tiver sofrimento e emoção, não é Botafogo! E foi assim mais uma vez!

Uma vitória fundamental fora de casa com gol nos acréscimos e os três pontos no bolso novamente. Como meu amigo Thiago Escobar resolveu tirar férias, estou aqui novamente para escrever neste espaço. Em viagem ao sul do país, nosso amigo resolveu dar um pulinho no Orlando Scarpelli e mostrou que é pé quente.

Meia hora antes da partida, após escalação divulgada, todos se perguntavam: Por que o Sassá está no banco?

E a alegação do nosso técnico Jair Ventura foi de que nosso atacante vinha de lesão e não aguentaria jogar os 90 minutos, sendo assim, o limitado Vinícius Tanque começou  a partida como titular.

Outro desfalque certo era do, agora meia, Diogo Barbosa, que se lesionou na partida contra o Corinthians e sequer viajou para Florianópolis dando lugar a Airton que voltava de contusão.

Sendo assim, iniciamos a partida com: Sidão, Alemão, Joel Carli, Emerson Santos e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Airton e Camilo, Neilton e Vinícius Tanque. Entraram: Rodrigo Pimpão (Neilton), Sassá (Vinícius Tanque) e Dudu Cearense (Rodrigo Lindoso).

Em jogo de nível técnico sofrível na primeira etapa, as duas equipes se alternavam nos chutões e erros individuais. Pelo lado alvinegro, Neilton e Victor Luís bem que tentavam produzir algo pelo lado esquerdo, mas com a pouca mobilidade de Vinícius Tanque estava difícil chegar ao gol do adversário.

Já no segundo tempo, os donos da casa passaram a pressionar e, graças aos gols perdidos por Rafael Moura e a excelente partida do nosso xerifão Joel Carli, escapamos da derrota. Jair Ventura resolveu dar novo gás no ataque colocando Pimpão e Sassá nas vagas do esforçado Neílton e do improdutivo Vinícius Tanque.

Analisando a partida e a nossa situação na tabela, o empate fora de casa não seria um mal resultado, mas sob as bençãos de São Nílton Santos, a vitória nos esperava.

Faltando dois minutos para o fim da partida, Dudu Cearense que acabara de entrar no lugar de Rodrigo Lindoso fez ótimo lançamento na direita para Rodrigo Pimpão, que pegou de primeira batendo cruzado e Bruno Silva, que não vinha fazendo boa partida até então, também pegou de primeira e bateu no canto direito, sem chances para o goleiro adversário. Ufa! 1×0 e alegria alvinegra em todos os cantos do país.

Essa vitória definitivamente nos livra do rebaixamento, visto que ainda faltam nove jogos em disputa, sendo cinco em território alvinegro e mais quatro partidas fora de casa, sendo uma o clássico contra a mulambada (jogo onde tudo pode acontecer).

Agora nosso foco é outro, o G6, que ainda poderá virar G7, dependendo do campeão da Copa do Brasil.

Vejam bem como são as coisas: Entramos no campeonato com o pensamento de brigar para não cair (eu mesmo acreditava nessa possibilidade), com o elenco limitado que temos, essa seria nossa saga durante a competição. Mas essa limitação é superada com muita vontade e empenho.

Hoje não vemos os famosos “chupa-sangue” no time. Os atletas parecem estar muito unidos e mostraram definitivamente que compraram a ideia do técnico Jair Ventura (esse que também tem sim, muitos méritos pela atual situação do time na tabela).

Destaque da partida de ontem e outro fator importantíssimo é a consistência da nossa defesa. É impressionante o tempo de bola que o nosso xerifão Joel Carli tem. O argentino ganha todas as bolas pelo alto e isso nos passa uma segurança e uma tranquilidade imensa junto com o muito técnico Emerson Santos e com as atuações impecáveis de Sidão, nossa zaga chega na décima partida do 2º turno com apenas 3 gols sofridos.

Teremos uma sequência muito boa para nossas pretensões de G6, pois iremos fazer duas partidas seguidas na Arena Botafogo, Inter e Atlético-MG. Depois Santa Cruz fora e voltamos a nossa casa para enfrentar o Coritiba.

A tabela não é das mais difíceis e temos chances muito reais de chegarmos a Libertadores no ano que vem. O discurso adotado pelo nosso técnico ainda é de cautela, talvez para que recaia uma pressão menor sobre nossos atletas. E como diria meu amigo Thiago Antunes, se está dando certo assim, que continue com esse discurso para a imprensa.

Agora, mais do que nunca, é a vez da nossa torcida. Venho imensamente pedir o apoio dos alvinegros de todo o Brasil e, principalmente do Rio de Janeiro, para que lotemos a Arena Botafogo nos próximos jogos. As chances são reais, os caras estão se matando dentro de campo e eles precisam muito do nosso apoio.

Pra cima deles Fogão!

Nunca vou te abandonar, meu BOTAFOGO!!!

Por fim, volto a te convidar a conhecer os novos planos de sócio torcedor do Botafogo. Por apenas R$ 13,90, você ajuda nosso clube e tem uma série de benefícios no plano básico. O clube baixou os preços dos pacotes e agora os novos valores são: R$ 100,00 (arquibancada Norte), R$ 195,00 (arquibancada Leste) e R$ 390,00 (Social) para todos os jogos restantes com mando de campo do Botafogo no Campeonato Brasileiro.

Associe-se em Sou Botafogo. O Botafogo somos nós e precisamos participar do processo de soerguimento do clube.

Saudações alvinegras! – Curta, comente e compartilhe!

Minhas redes sociais:

Twitter: @thiagoantunesc

Facebook: Nosso Escudo no Lugar do Coração

Curta a página e coloque nos seus favoritos!

Se você gostou, espalhe esta coluna pelas suas redes sociais e nos ajude na divulgação deste espaço.

Fogo, Fogo, Fogo!!!

Bruno Antunes

1 Comment

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: