Redes Sociais

Fábio Rocha

Mais Botafogo ou Menos Botafogo?

Publicado

em

A atual diretoria do clube, oriunda de um grupo autointitulado de “Mais Botafogo”, até o presente momento, de verdadeiramente “mais” Botafogo tem nos apresentado apenas o sentido de “mais” amadora, “mais” corporativista, “mais” roda presa e de “mais” uma temporada sem um título de expressão.

Reconheçamos que tem havido um enorme esforço na busca do reequilíbrio econômico-financeiro da situação do clube.

Reconheçamos que foi herdada uma situação caótica fruto de administrações passadas desastrosas, sendo a do ex-presidente Mauricio Assumpção talvez a pior de todas.

Mas mesmo com essas ressalvas, a torcida já esta “mais” do que de saco cheio da passividade, da falta de criatividade, da mesmice, da eterna vitimização e do exacerbado e orgulhosamente proclamado amadorismo dessa diretoria, agora encabeçada pelo tímido e discreto advogado Nelson Mufarrej.

Pois é, parece que exatamente essa discrição e timidez, características da personalidade do nosso atual presidente, se enraizaram no modelo de gestão do futebol do clube, impedindo que o Botafogo de Futebol e Regatas possa sequer sonhar em dar voos mais ousados, buscar horizontes mais amplos, flertar com realidades mais gloriosas.

Eu posso afirmar, com toda certeza e convicção desse mundo, que uma pequenina dose a mais de ousadia da diretoria durante a disputa de nossa última Taça Libertadores teria nos levado ao título da competição.

Essa ousadia estaria refletida na abertura dos cofres para a contratação de um centroavante minimamente capaz de substituir o então titular Roger ou até mesmo de barrá-lo, visto que o “traíra” não era grande coisa mesmo e que sua “sombra” à época, o inconsequente e mais traíra ainda Sassá, pouco antes da reta final e mesmo com contrato em vigor, preferiu criar um sem número de problemas e acabou saindo para o Cruzeiro em vez de ficar e se consagrar campeão das Américas, entrando para a história do clube como um ícone a altura de uma galeria repleta de craques que só o Botafogo pode se orgulhar de ter.

A iniciativa da aquisição de um centroavante mais efetivo naquele momento seria “um pequeno passo além do tamanho das pernas”, mas os frutos dessa pequena “loucura” seriam mais do que compensadores de qualquer aversão compulsiva ao risco que parece ser uma síndrome de que sofrem nossos atuais dirigentes.

Faltaram visão e atitude da diretoria, faltaram velocidade e talento ao Roger e também faltaram cérebro, seriedade e gratidão ao infeliz do Sassá. Uma pena! Chegamos bem perto do Everest!!!

Talvez o único lado bom de toda essa austeridade do grupo Mais Botafogo seja o fato de que essa austeridade tenha dado confiança aos irmãos Moreira Salles de se aproximarem mais do clube.

As recentes iniciativas dos irmãos, entre outras, de financiarem a construção do nosso moderníssimo Centro de Treinamento e agora de fazerem um levantamento geral da situação com vistas a um futuro projeto de gestão geral do futebol do clube, do profissional às categorias de base, certamente não aconteceria se a administração não estivesse nas mãos de gente séria e honesta, o que também não devemos deixar de reconhecer.

Alguns dirão que eles fariam o que estão fazendo agora de qualquer forma, fosse quem fosse o grupo que estivesse a frente do clube, mas pelo que conheço dos irmãos Moreira Salles acho essa hipótese muito pouco provável.

De qualquer forma estamos numa democracia e todos podem e devem ter suas próprias opiniões . Quanto mais botafoguenses pensando sobre a situação do clube mais teremos possibilidades de superar os nossos enormes desafios.

Afinal, o Everest é logo ali!!!

Saudações alvinegras a toda a nossa gloriosa nação!!!

 

Assista ao Diário da RB, sob o comando de André Botafogo, comentando sobre a volta do Erick e as seguidas derrotas do departamento jurídico alvinegro.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube e confira!

 

Continuar Lendo
Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: