Redes Sociais

Thiago "Escobar" Antunes

NOITE DE FESTA DO GIGANTE DA AMÉRICA

Publicado

em

A festa foi simplesmente espetacular. O Botafogo novamente mostrou a todo o mundo que a frase da nossa última participação, “O Gigante Voltou!”, permanece muito válida. O mosaico em 3D e a festa das torcidas foi emocionante e lindo de ver e participar.

A torcida, em grande parte, atendeu aos pedidos para entrar cedo e não tivemos maiores problemas para quem seguiu a orientação. Parabéns à diretoria pela organização!

A promoção da cerveja colaborou bastante para isso, mas precisamos melhorar a quantidade de postos de venda e a agilidade do serviço, mas valeu como experiência. Ah! Além disso, tem que botar mais cerveja no gelo e com mais antecedência para que possamos tomar uma verdadeira gelada.

Quanto ao jogo, minha profecia se cumpriu. Na última coluna, citei que já havíamos perdido e empatado em 2017 e que agora era a hora da vitória. Dito e feito! O Fogão marcou duas vezes ainda no primeiro tempo em que teve atuação digna de Libertadores.

No segundo tempo, com a saída do Airton e a queda física do time, o adversário cresceu e conseguiu diminuir nossa vantagem. Foi um pequeno balde de água fria em toda nossa festa.

Independente disso, o importante é que vencemos e vamos com vantagem para o jogo da volta, semana que vem, em Santiago. O Botafogo joga pelo empate e após mais uma semana de aprimoramento na parte física temos muito a evoluir e ainda mais motivos para acreditar.

Um registro lamentável foi a briga de alguns integrantes da torcida Loucos pelo Botafogo durante a segunda etapa que em nada condisse com a maravilha que foi a festa. Como saldo vi, ao menos, três cadeiras quebradas e vários torcedores que não fazem parte da organizada insatisfeitos com a postura destes integrantes. Que atitudes sejam tomadas e os prejuízos cobrados a quem de direito. O Botafogo não pode ser prejudicado por ninguém, muito menos pelos que dizem amá-lo. Para todos que forem à nossa casa: Respeitem o patrimônio do clube e paz nos estádios!

Bora para as avaliações sobre a partida:

– Gatito Fernandez: Novamente demonstrou insegurança e rebateu bolas fáceis. Não teve influência direta no gol que sofreu, mas precisa ganhar logo a confiança necessária para a posição.

– Jonas: O pior em campo. Muito mal na marcação, proporcionou praticamente todas as jogadas de ataque do adversário pelo seu lado, inclusive, o lance do gol. Destoou do restante da equipe.

– Marcelo: Como sugeri em nossa última resenha, o Jair colocou o garoto e ele não só cumpriu sua função com maestria como foi um dos melhores em campo. Soberano, sério e extremamente dedicado teve papel fundamental na nossa linha defensiva. Excelente partida! (Te cuida Emerson Santos…)

– Emerson Silva: Foi bem ao lado do companheiro. Seguro, sereno e capitão na noite de ontem, orientou e liderou o setor possibilitando a seu companheiro brilhar.

– Victor Luis: Muito importante defensivamente. Voltou a demonstrar a raça, dedicação e vontade da temporada passada e apagou a primeira impressão que havia deixado em 2017. É um bom lateral que nos dá segurança pelo lado esquerdo.

– Airton: O melhor em campo. Não só pelo gol, mas pela atuação de gala comandando o setor. Enquanto esteve em campo, o Botafogo dominou as ações e foi senhor do jogo. Com sua saída no intervalo e a queda da parte física da equipe, perdemos muito o poder de marcação e acabamos perdendo a grande vantagem que levaríamos para o Chile.

– Bruno Silva: Foi bem, mas não teve uma atuação de destaque. Cumpriu sua função sem comprometer, correndo bastante para proteger nossa retaguarda.

– Montillo: Fez um primeiro tempo muito bom, mas cansou na segunda etapa assim como grande parte da equipe. Comandou as ações criativas da equipe ao lado de Camilo e teve boa chance desperdiçada quando ainda estava 0 x 0.

– Camilo: Assim como Montillo, fez um primeiro tempo muito bom e também cansou na segunda etapa caindo muito de produção. Antes de ser substituído, quando vencíamos por 2 x 0, cobrou falta que tirou tinta da trave, que precisará passar por retoques na pintura devido ao lance.

– Pimpão: Muita velocidade e trabalho à defesa chilena. Primeiro tempo dedicado e participativo, mas praticamente nulo na segunda etapa, evidenciando que as dificuldades na parte física estão afetando a todo o elenco.

– Roger: Teve poucas chances claras para finalizar. Correu bastante, brigou com os zagueiros, fez o papel de pivô e teve boa atuação.

– Matheus Fernandes: Entrou na vaga do Camilo e teve participação discreta. Recompôs nossa marcação com mais dedicação e velocidade, visto que estava descansado.

– João Paulo: Entrou na vaga de Airton no intervalo devido à saída do companheiro por suspeita de uma lesão. Começou em ritmo lento, diferente dos demais e demorou um pouco a entrar no clima do jogo. Em um erro de cobertura seu, acabou propiciando ao time chileno chegar com facilidade a nossa área e este foi justamente o lance do gol deles que diminuiu nossa vantagem para o jogo da volta, mas, no geral, foi bem.

– Joel: Entrou faltando dez minutos para o fim da partida e não teve muito tempo para mostrar algo.

– Jair Ventura: Entrou com o time no 4-4-2, desfazendo seu sistema já conhecido de 3 volantes para poder ter a dupla Camilo e Montillo juntos. Eu teria entrado com o João Paulo no lugar do Pimpão para que este pudesse entrar no segundo tempo e dar mais velocidade à equipe com os adversários já cansados, mas gostei da opção dos 11 iniciais escolhidos por ele. Minha divergência fica quanto às substituições. Acredito que com a lesão de Airton, Matheus Fernandes deveria ter entrado (já que Lindoso nem para o banco foi relacionado), pois tem um poder de marcação e, também fisicamente, está melhor que João Paulo. Com Camilo cansado, aí sim, teria colocado João Paulo em seu lugar. Independente das suas opções, conseguiu implementar na equipe o “espírito da Libertadores” e nos propiciou ver um time dedicado e solidário com os companheiros.

Vencemos a primeira batalha, mas a guerra só termina na semana que vem. Acredito que podemos vencer lá no Chile embora um empate já nos garanta na próxima fase. Para isso basta repetirmos o primeiro tempo que fizemos no Niltão e não terá muro, tapume ou Paredes que vá nos segurar.

Eu acredito na classificação, mas não de forma simples. Conosco sempre tem que ser sofrido, sempre tem que ser complicado, mas essa estrela há de brilhar mais forte e fazer esta nação mais feliz.

Já tô de olho no duelo entre Independiente del Valle e Olimpia para podermos ter todas as informações do nosso próximo adversário.

Te espero sentado em frente à TV na quarta que vem ou embarcando rumo ao Chile para acompanhar in loco. Vamos Botafogo! A Taça Libertadores nós vamos ganhar!

Por fim, volto a te convidar a conhecer os novos planos de sócio torcedor do Botafogo. Por apenas R$ 13,90 mensais, você ajuda nosso clube e tem uma série de benefícios no plano básico.

Os novos pacotes tem os seguintes valores promocionais:

– R$ 14,00 (Plano Mensal – Direito a comprar ingresso com 50% de desconto)

– R$ 200,00 (Plano Anual – Arquibancada Norte)

– R$ 450,00 (Plano Anual – Arquibancada Sudeste)

– R$ 900,00 (Plano Anual – Arquibancada Oeste)

Para todos os jogos restantes com mando de campo do Botafogo no ano de 2017. Tem ainda os Planos VIP e Premium para a galera que quer mais conforto e exclusividade por valores mais elevados.

Associe-se em Sou Botafogo. O Botafogo somos nós e precisamos participar do processo de soerguimento do clube.

Saudações alvinegras! – Curta, comente e compartilhe!

Minhas redes sociais:

Twitter: @thiagoantunesc

Facebook: Nosso Escudo no Lugar do Coração

Instagram: @projetobrilhodasestrelas

Curta a página e coloque nos seus favoritos!

Se você gostou, espalhe esta coluna pelas suas redes sociais e nos ajude na divulgação deste espaço.

Sigo com minha bandeira na mão e nosso escudo no lugar do coração!

Bruno Antunes

4 Comments

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: