Obrigado Ídolo!

Seja o primeiro a comentar

A torcida do Botafogo tem o costume de cantar “É diferente…” e a noite desta segunda-feira foi, sem dúvidas nenhuma, tratada e sentida de forma diferente. O jogo que marcou a despedida do goleiro Jefferson dos gramados trouxe uma atmosfera única, que já podia ser sentida quando via-se torcedores chegando cedo para não perder o pôster do ídolo prometido pelo clube na entrada do estádio.

Quando o ônibus do Botafogo chegou ao Nilton Santos, por volta das 18h30, alguns torcedores já aguardavam no interior do estádio para ter o primeiro contato com o goleiro. Ele foi o último a descer e, é claro, recebeu muitos aplausos e parou para falar com os jornalistas.

Pouco menos de uma hora para o início do jogo, Jefferson, ao lado de Saulo, entrou no gramado do Nilton Santos para o aquecimento. Os alvinegros foram ao delírio, cantando que ele era o melhor goleiro do Brasil. No mesmo momento, seis torcedores entram no campo com bandeirões e atletas da base alvinegra fizeram um corredor para a passagem do ídolo.

Minutos depois, a família de Jefferson apareceu e entrou no gramado para fazer uma homenagem. A grande surpresa foi a presença da mãe, Dona Sônia, que não mora no Rio de Janeiro e foi trazida pelo clube. O jogador ao vê-la não conteve às lágrimas.

– Minha mãe é uma guerreira, criou os quatro filhos na garra e na determinação. Para mim, ela é um exemplo de pessoa, foi uma surpresa maravilhosa, depois vou poder beijá-la bastante.

Na entrada dos times, foi ele quem puxou a fila ao lado das filhas. Ao ver uma grande bandeira se abrir na arquibancada, levantou os braços e agradeceu. Após o hino, era visível ver o respeito dos jogadores do Paraná quando os times se cumprimentaram antes do jogo. O contato com Jefferson era diferente e, praticamente todos, fizeram questão de falar alguma coisa para o goleiro.

Erik marca e atravessa o campo para comemorar

O torcedor do Botafogo nem teve muito tempo para se preocupar com o jogo. Logo aos seis minutos, Erik aproveitou um cruzamento de Moisés e abriu o placar. O atacante correu todo o campo e foi abraçar Jefferson. Depois do lance, cada vez que ele tocava na bola ou fazia alguma defesa simples, os torcedores vibravam como se fosse um gol.

Jefferson teve pouco trabalho no primeiro tempo e voltou para o vestiário sem grandes sustos. Na etapa final, ele fez a primeira defesa aos 12 minutos, mas não teve como impedir o empate do Paraná, aos 18. Alex Santana acertou o ângulo direito do goleiro, que só ficou olhando. Mesmo assim, foi aclamado pela torcida.

Sem muitos problemas lá atrás, ele não parou de se movimentar e apontou para os céus quando Erik marcou o segundo gol e colocou o Botafogo em vantagem outra vez. Dai para frente foi só segurar o resultado. Após o apito final, Jefferson se ajoelho na linha do gol e colocou a cabeça no gramado, como se estivesse agradecendo.

Os jogadores do Botafogo correram para abraçá-lo e o jogaram para o alto. Os familiares voltaram ao gramado para novas homenagens. Todos pararam para ver mensagens no telão do estádio, entre elas do ex-zagueiro Sando e de Loco Abreu. Depois, Jefferson levou as filhas para dar uma volta olímpica. Em um determinado momento, pegou uma bandeira da arquibancada e a carregou, levando os torcedores ao delírio.

Após o jogo, concedeu entrevista coletiva ao lado das filhas. Chegou a dizer que só não trocou o Botafogo em 2014 por amor e que colocou o clube acima da seleção brasileira. Exaltou o apoio da família, o sacrifício que a mãe passou para educá-lo na infância e incentivou os jovens negros a buscarem seus sonhos, mesmo sendo descriminados pela sociedade. Recebeu homenagem dos jornalistas, se emocionou com uma placa dada pelos preparadores de goleiros e deixou a sala sob aplausos.

Jefferson vai acordar na manhã desta terça-feira, aposentado, sem obrigação de treinar e, ao lado da família, vai poder relembrar com detalhes da noite mágica que passou. Noite que marcou o fim da carreira de um dos maiores jogadores da história do Botafogo e um exemplo para todos nós de caráter e profissionalismo.

Fonte:
Globoesporte.com

Assista a Live Pós Jogo de ontem contra o Paraná na despedida do nosso ídolo Jefferson com David Nunes – O Gajo

Publicado no dia

Deixe um comentário! 0