Redes Sociais

Notícias

Otimismo toma conta do Botafogo.

Publicado

em

Os próximos 11 dias serão fundamentais para que o Botafogo ganhe força e continue otimista para o resto do ano que todos sabem que serão difíceis.

Serão 4 jogos importantes, sendo 3 no RJ, 2 no Estádio Nilton Santos e 1 no Maracanã contra a Mulambada. O jogo fora será em Belo Horizonte no jogo de volta da Sul-americana.

No meio desses dias também está programada a reunião da Ernst Young com os Moreira Salles para apresentar o resultado do trabalho do estudo de viabilidade do Botafogo.

Assim, esperamos que tudo dê certo, e dará, e que o Botafogo consiga entrar em um ciclo virtuoso nessa segundo semestre, rumo a glória do seu passado.

Site uol destaca abaixo a expectativa dos jogadores e comissão técnica.

A partida contra o Santos neste domingo, às 11h (horário de Brasília) iniciará uma maratona de quatro jogos em um período de 11 dias que o Botafogo terá que enfrentar. Nesse cenário, o comum é ouvir lamentações. Mas não é que ocorre no Alvinegro. Pelo contrário.

Todos estão animados com o momento do time, que ocupa a 6ª posição no Campeonato Brasileiro e ainda disputará as oitavas de final da Copa Sul-Americana contra o Atlético-MG. Além desses compromissos, ainda tem o clássico com o Flamengo. Jogos, portanto, que mexem com o brio de torcida e jogadores.

“Expectativa que a gente suporte bem essa maratona, quatro jogos em 11 dias. Não tenho a menor dúvida de que a gente está preparado. Arranquei o couro deles forte e a gente está preparado. Espero que a gente consiga os resultados que nos interessam”, disse o técnico Eduardo Barroca.

E o primeiro jogo da maratona tem uma peculiaridade, já que será disputado pela manhã. Isso significa que os times terão que montar uma logística totalmente diferente em relação aos jogos da tarde. Por exemplo, o café da manha precisa ser bem mais reforçado e isso pode incluir até pratos tradicionalmente utilizados no almoço. Isso sem contar com a obrigação de acordar bem mais cedo que o usual.

“Sono e alimentação, muda diretamente. Sobre a questão da intensidade do jogo, não influencia tanto. Depende muito do tipo de jogo. Se é um jogo que coloca a vantagem cedo tem uma característica, tem de buscar resultado é outra. O negócio é que vai ficando mais quente quando o jogador está mais cansado. Então mais um fato para a gente começar o jogo forte e tentar fazer um jogo em cima de vantagem, com certeza é mais fácil do que correr atrás de resultados nessas circunstâncias”, projeta o treinador do Botafogo.

A partida é válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro e é importante para a parte de cima da tabela. O Botafogo é o 6º, com 16 pontos, enquanto o Santos é o vice-líder, com 23 pontos.

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: