Redes Sociais

Thiago "Escobar" Antunes

POLÊMICA? PODE SER, MAS A REFLEXÃO É NECESSÁRIA!

Publicado

em

O objetivo da escalação dos titulares ontem era, exclusivamente, para dar ritmo de jogo ao time após quinze dias de uma segunda mini pré-temporada. Portanto, a atuação preguiçosa era esperada e até normal após os jogadores serem submetidos a uma maior carga de exercícios físicos neste período. O time terminar cansado estava dentro do planejamento de aproveitar este período para exigir um pouco mais da preparação física deles. Vencer era um bônus e o objetivo foi alcançado.

Por outro lado, é nítido e claro que muita coisa está errada nos departamentos do clube. Sei que serei duramente criticado, pois o nosso atual presidente tem uma aprovação absurda entre os torcedores, mas é preciso separar os resultados obtidos em campo da administração do clube nos bastidores.

Avaliando os resultados esportivos esta tem sido uma gestão muito boa, pois nos trouxe da série B para um quinto lugar na série A e uma Libertadores surpresa caiu em nosso colo com o aumento das vagas. Passamos pelas primeiras fases eliminatórias e estamos na fase de grupos com chances reais de classificação, inclusive em primeiro.

Agora precisamos separar os potes e avaliar o fora de campo. Praticamente todos os departamentos do clube fazem um trabalho, no mínimo, extremamente questionável. Quero deixar bem claro que não estou falando das pessoas físicas e nem questionando a honestidade e caráter das mesmas. Inclusive, acredito muito nas boas intenções do Carlos Eduardo Pereira, mas vamos aos fatos:

– O nosso jurídico é uma vergonha. Podemos recordar dos casos de jogadores que tivemos por parte do setor a garantia de que venceríamos (Henrique e Arão, por exemplo). Tivemos ainda a assinatura de contratos bizarros (melhor exemplo é o Arão, onde o Botafogo foi quem errou e o jogador se aproveitou para sair), regulamento do Carioca, onde cedemos o estádio e depois o presidente não o quis ceder e ninguém do departamento jurídico orientou-o de que não era o momento de comprar uma briga que obviamente não venceríamos. Fora diversas outras questões menores onde o Botafogo vem sofrendo sucessivas derrotas. O único mérito foi a entrada no Ato e regularização de nossa situação nos três primeiros meses da gestão.

– O marketing melhorou muito esse ano (precisamos reconhecer), mas ainda está longe do que se espera para um clube do tamanho do Botafogo. Bola muito dentro na customização do estádio e nos planos de sócio torcedor, mas a inoperância nos dois primeiros anos da gestão sempre foi motivo de críticas da torcida.

– O departamento de futebol fez boas contratações como o Pimpão, a montagem do time da série B, entre outros, mas cometeu erros imperdoáveis, como a contratação do Canales mesmo tendo todas as informações de que o jogador não apresentava o mínimo de condições físicas, a aposta em jogadores extremamente questionáveis como Gilson, Guilherme, Tanque, Gegê (até renovaram com ele) e vários outros. É claro que nem todas as apostas darão certo sempre, mas vários nomes já indicavam que a aposta era muito alta para o resultado esperado. Fora isso, precisamos lembrar que o setor é coordenado pelo Antonio Lopes, que não reúne mais condições físicas para a função, além de posturas retrógradas e pouco hábeis e um especialista em remo que nada sabemos qual sua verdadeira função prática no futebol. Nos casos do Sassá e da renovação do Emerson Santos, a diretoria está certíssima!

– O departamento médico, físico e fisiológico era o ponto em que eu queria chegar. O coordenador médico do clube praticamente assumiu que errou na cirurgia do nosso maior ativo, o Jefferson. O Luis Ricardo teve que operar duas vezes também e uma infinidade de jogadores vem sofrendo lesões musculares e apresentando péssimo condicionamento físico há dois anos pelo menos e ninguém é demitido do setor. Já compraram aparelhos, já deram inúmeras justificativas, mas o time do Botafogo está sempre atrás dos demais quanto à sua condição física. É claro que neste início de ano, o calendário realmente não ajudou com a disputa das fases prévias a de grupos da Libertadores, mas o problema vem de longa data e as desculpas só se acumulam.

– Em relação a nossa parte financeira, realmente os salários estão em dia, as premiações sendo pagas corretamente e nossas dívidas equalizadas, porém todos esses valores parecem estar sendo mantidos com cotas de televisão que foram adiantadas, além da suposta diminuição da dívida ter sido apenas um abatimento concedido pelo governo a todos os clubes que aderiram ao ProFut e que, caso os pagamentos atrasem, tal perdão será revogado e a dívida volta ao patamar anterior ainda corrigida por mais multa e juros. A austeridade é importante, a parte financeira é a que apresenta os melhores resultados, mas precisamos ter calma, pois ainda temos uma situação financeira muito delicada.

Por todos estes casos e vários outros que poderia descrever aqui, não consigo elogiar a nossa atual gestão que prefere manter todos os amadores que com ela iniciaram, colocando o grupo político da qual fazem parte acima dos interesses do próprio clube.

E antes que alguém venha dizer que estou fazendo lobby pela oposição ou candidato X, Y ou Z, já quero deixar claro que não. Não tenho nenhum interesse em agradar ou favorecer a nenhum deles, pois minha preocupação e busca pelo bem maior é do Botafogo.

Muitos irão dizer: “Mas estamos na Libertadores e você reclamando?” Claro! É no momento em que está todo mundo rindo e aproveitando os resultados em campo é que precisamos ficar ainda mais de olho aberto nos bastidores, pois é muito fácil criticar e tacar pedra quando o time está lutando contra o rebaixamento.

É óbvio que há pontos positivos na gestão. A promessa de sócio torcedor com direito a voto que parece que vai sair ainda esse ano é um golaço fora dos campos. A promoção do Jair à técnico também foi uma jogada de placa da diretoria, mas repito que não podemos deixar os resultados dentro de campo afetarem a avaliação do que está sendo feito fora.

Até porque se o Botafogo não atingir seus objetivos na Libertadores e no Brasileiro rapidamente todo esse amor e incondicional apoio se transformarão em raiva e gritos de “eu avisei que estava tudo errado” e essa postura de surfar na onda do momento definitivamente não nos leva a nada de positivo.

Gostaria apenas de deixar claro que precisamos manter o trabalho em campo e melhorar muito a gestão fora dele, independente dos nomes que componham presidência, diretoria e demais cargos.

Vamos às avaliações dos jogadores sobre a partida de ontem:

– Gatito Fernández: Fez excelente defesa no início do jogo, mas quase sofreu gol em batida de falta em que fez “golpe de vista”. Boa atuação!

– Jonas: O pior em campo. Definitivamente é a posição mais carente do elenco hoje com a lesão do Luis Ricardo.

– Carli: Pelo alto ganha todas e passa muita segurança ao setor defensivo.

– Emerson Silva: Normalmente joga bem ao lado do xerife argentino.

– Victor Luis: Mais uma boa apresentação de um dos jogadores mais regulares desse elenco. Confio muito em seu potencial. Fez o gol da vitória numa jogada de pura sorte, mas merece pelo esforço e dedicação constantes.

– Matheus Fernandes: Vinha fazendo boa partida até sentir algum problema muscular. Não possui a mesma pegada do Airton na marcação, mas não comprometeu o sistema defensivo.

– Bruno Silva: Começou como volante, foi improvisado na lateral com a saída do Jonas e voltou a ser volante depois. Com isso, teve atuação um pouco prejudicada por tantas mudanças de posição.

– Camilo: Apresentou um primeiro tempo razoável, mas novamente morreu no segundo e sumiu. Preocupa muito sua capacidade física restrita nos últimos trinta minutos.

– Montillo: Assim como Camilo fez um primeiro tempo aceitável, mas no segundo caiu bastante fisicamente e também pouco participou.

– Pimpão: Muita correria, mas, desta vez, pouca participação e efetividade.

– Roger: Lutou bastante, se apresentou, buscou jogo, mas o esquema não o favorece e nas poucas oportunidades que teve concluiu mal a gol. Torço para que evolua, mas até agora não mostrou ser a referência ideal ao nosso ataque.

– Marcelo: Entrou na vaga do lesionado Leandrinho e teve mais uma boa apresentação.

– Leandrinho: Entrou para dar mais mobilidade ao setor de meio campo, mas antes mesmo que pudesse colaborar, abrimos o placar. Saiu machucado pouco tempo depois sem apresentar nada de relevante.

– João Paulo: Entrou bem na vaga do Matheus Fernandes e não comprometeu.

– Jair Ventura: Fez muito bem em escalar o time titular. Na substituição do João Paulo pelo Matheus Fernandes fez o previsto. Porém, surpreendeu na entrada do Leandrinho, improvisando o Bruno Silva na lateral direita. Achei válido o teste visto que o Jonas tem apenas o Marcinho como substituto e o mesmo não apresentou um bom futebol nas últimas oportunidades que teve. Valeu o teste em busca de uma solução numa possível emergência. O Carioca desse ano serve exatamente pra isso.

Agora o foco é total na terça contra o Estudiantes em nossa casa. Precisamos começar a fase de grupos com o pé direito e vencendo dentro do Nilton Santos.

Não espero nada menos do que estádio lotado e apoio incondicional da torcida.

Sigamos juntos, Dubai nos chama!

Por fim, volto a te convidar a conhecer os novos planos de sócio torcedor do Botafogo. Por apenas R$ 13,90 mensais, você ajuda nosso clube e tem uma série de benefícios no plano básico.

Os novos pacotes tem os seguintes valores promocionais:

– R$ 14,00 (Plano Mensal – Direito a comprar ingresso com 50% de desconto)

– R$ 450,00 (Plano Anual – Arquibancada Sudeste)

– R$ 900,00 (Plano Anual – Arquibancada Oeste)

Para todos os jogos restantes com mando de campo do Botafogo no ano de 2017. Tem ainda os Planos VIP e Premium para a galera que quer mais conforto e exclusividade por valores mais elevados.

Associe-se em Sou Botafogo. O Botafogo somos nós e precisamos participar do processo de soerguimento do clube.

Saudações alvinegras! – Curta, comente e compartilhe!

Minhas redes sociais:

Twitter: @thiagoantunesc

Facebook: Nosso Escudo no Lugar do Coração

Instagram: @projetobrilhodasestrelas

Curta a página e coloque nos seus favoritos!

Se você gostou, espalhe esta coluna pelas suas redes sociais e nos ajude na divulgação deste espaço.

Sigo com minha bandeira na mão e nosso escudo no lugar do coração!

Bruno Antunes

Continuar Lendo
6 Comments

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: