Prazer, Marcos Vinícius! Cartão de visitas encanta Jair, torcida e internet

Seja o primeiro a comentar

A escalação de Marcos Vinícius talvez tenha surpreendido tanto quanto à ausência de Bruno Silva. Sua atuação, talvez ainda mais. Confirmado minutos antes do jogo por conta da lesão do companheiro, o meia ganhou a posição que supostamente seria de Camilo, começou a partida e agradou. E como agradou.
Marcos Vinícius não foi o herói no clássico contra o Fluminense, mas certamente foi o destaque. Sua atuação no primeiro tempo surpreendeu torcedores, comissão técnica e adversário. Consequentemente, ele virou trend topics no Twitter – assunto mais falado na rede social.
O camisa 11 acertou um belo chute na trave , finalizou bem outras duas vezes, acertou passes e ditou o ritmo do Botafogo. Resumindo: deu nova cara e nova dinâmica ao time.
– Fiz um bom jogo. Desde que cheguei estou procurando meu espaço. Se a oportunidade surgir, estarei preparado. Ainda não estou no meu ideal. Há algum tempo não começava. Aos poucos vou pegando o ritmo. Estrear com vitória em um clássico é sempre bom – disse o meia, que deixou teve o nome gritado e foi muito aplaudido ao ser substituído no segundo tempo.
Elogios de Jair: “Fantástico”
Estrear? O jogo contra o Fluminense não foi bem o primeiro com a camisa do Botafogo. Marcos Vinícius já havia atuado 26 minutos contra o Corinthians e outros 13 diante do Atlético-MG. O clássico, no entanto, foi seu primeiro jogo como titular e seu cartão de visitas.
– Que jogo que ele fez. Teve um primeiro tempo fantástico. Mas estava há muito tempo sem jogar. Meu preparador físico falava toda hora. E tiramos logo no início do segundo tempo para não dar problema – elogiou Jair.
O treinador ainda revelou como convenceu Marcos Vinícius – envolvido na troca com Sassá – a acertar com o Botafogo e disse que o meia teve de superar a timidez para engrenar.
– É um jogador que conhecia desde o Cruzeiro. Já gostava bastante. Apareceu essa situação de troca com o Sassá. Liguei para ele. Disse que ele não estava vindo como troca. “Eu te quero, vai nos ajudar”.
– Pediram três semanas para ele entrar em forma. Entrou de forma gradativa, e hoje iniciou. Ele é meio tímido, fica meio de lado, mas disse a ele que queria ver em campo aquele jogar agudo, que parte para cima, que eu conhecia – revelou Jair.

E o que faltou para a estreia ser perfeita, Marcos Vinícius?

– Esqueci de combinar com o Júlio César (goleiro do Fluminense). Pegou tudo. Mas em breve o gol vai sair.

Fonte: Globo esporte

Publicado no dia

Deixe um comentário! 1