Redes Sociais

Colunas

Quem é Pachu? Jogador pode ser titular contra o Grêmio

Publicado

em

Ele sequer estreou como profissional, mas seu nome vem frequentando o noticiário do Botafogo nessa semana. Pachu, 20 anos, pode ser a novidade de Jair Ventura para o último jogo da temporada, domingo, contra o Grêmio. Mas quem é esse jogador, pouco falado até agora, que pode pintar em um jogo decisivo?

Pachu vem treinando há pouco mais de um mês com o elenco, foi relacionado pela primeira vez no último jogo, contra a Ponte Preta, mas não entrou em campo. Nos treinos, no entanto, vem cativando a comissão técnica. Mas se ainda dá os primeiros passos como profissional, ele entrou para a história da base do Botafogo.

Além do inédito título brasileiro sub-20, o meia-atacante foi peça fundamental e protagonista na conquista do carioca da categoria, em agosto. Foi alí que pegou a fama de carrasco do Flamengo, quando marcou em três jogos seguidos contra o rival, nas finais da Taça Rio e do Carioca.

Em outubro, após a Copa do Brasil sub-20, Pachu foi integrado aos profissionais ao lado de Marcelo, Bochecha, Matheus Fernandes, Yuri e Renan Gorne. Talvez o nome menos badalado entre os seis, o jogador pode ser o primeiro a ganhar chance como titular. Jair Ventura vem testando o jovem na vaga de Lindoso, cogitando assim um time mais ofensivo na partida contra o Grêmio. Mas afinal, Pachu é meia ou atacante? O próprio descreveu seu estilo, em entrevista recente ao GloboEsporte.com, antes de subir para o profissional.

– Sou um atacante que faz muito bem o papel de pivô, finalizo bem e não fico só dentro da área. Gosto de sair para dar assistências também, pois sou um jogador com boa técnica, e fazer jogadas vindo de trás também – descreveu-se a promessa.

Pachu defende hoje o Botafogo, mas sua trajetória começou no Flamengo. Aos 16, ele foi dispensado da Gávea, mas encontrou abrigo em General Severiano. A oportunidade no time de cima poderia ter surgido antes, quando ele se destacou com assistências no Carioca sub-2015, mas uma lesão atrapalhou os planos da promessa. No início do ano, por conta de uma parceria com o Botafogo, Pachu foi emprestado ao Gonçalense para disputar alguns jogos da segunda divisão carioca. Na volta, estourou no time sub-20 e não parou de crescer. No domingo, Pachu pode começar a escrever uma nova página em sua história em General Severiano.

Fonte: globoesporte.com.br/botafogo

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: