Redes Sociais

Notícias

Sem Diego Souza e Alex Santana, Barroca precisará improvisar ataque do Botafogo contra o São Paulo

Publicado

em

Com o objetivo de se aproximar do G-6 do Campeonato Brasileiro, o Botafogo sofreu um duro golpe nesta semana, às vésperas da partida de sábado, contra o São Paulo, às 11h, no Estádio Nilton Santos. Além do meia Alex Santana, com uma torção no pé esquerdo — sofreu no jogo diante do Ceará —, o atacante Diego Souza, por questões contratuais, não encara o Tricolor paulista (está emprestado pelo clube do Morumbi).

Sem seu camisa 7, o técnico Eduardo Barroca tem como opções para o ataque os jovens Igor Cássio e Vinícius Tanque, mas a tendência é que Victor Rangel, contratado em maio, ganhe sua primeira oportunidade como titular. Já para a vaga de Alex Santana, artilheiro do Botafogo na temporada, Gustavo Bochecha é o favorito, mas nada está certo.

— São jogadores que estão sempre com o time. O Diego Souza tem muita experiência e o respeito do adversário. O Alex Santana é um jogador que chega bem na área adversária e tem um chute bom. São importantes, mas temos total confiança nos companheiros que terão oportunidades. Chance de mostrar a força do nosso grupo — afirmou o goleiro Gatito Fernández, um dos principais jogadores do elenco.

Fora da partida contra o Ceará, quando foi substituído pelo jovem Lucas Barros, o lateral-esquerdo Gilson está recuperado de dores na coxa direita e já treina com o grupo. Por outro lado, o capitão da equipe, Joel Carli, permanece em tratamento de uma fadiga muscular. Se o zagueiro argentino não tiver condições de entrar em campo no sábado, Marcelo Benevenuto formará a dupla com Gabriel, como aconteceu contra o Ceará.

— O São Paulo tem muitos jogadores técnicos, com nível de seleção brasileira. É trabalhar no que o adversário tem de melhor — analisou Marcelo Benevenuto.

Fonte: extra.com

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: