Redes Sociais

Notícias

Valentim critica postura de Jesus após derrota para o Flamengo: “Devia ficar de boca calada”

Publicado

em

Técnico alvinegro protagoniza discussões com o zagueiro Pablo Marí e treinador rubro-negro em clássico tenso no Nilton Santos; derrota deixa Botafogo na zona da degola

Alberto Valentim conheceu nesta quinta-feira, no Nilton Santos, sua quinta derrota na atual passagem pelo Botafogo. Desta vez em clássico tenso contra o Flamengo, o Alvinegro foi derrotado por 1 a 0. O técnico, que conseguiu apenas uma vitória até o momento, protagonizou discussões com o zagueiro Pablo Marí e Jorge Jesus.

Ao fim da partida, criticou a postura do treinador rubro-negro, que disse que o Botafogo entrou para caçar o rival.

– Jesus falou uma grande bobagem, devia ficar de boca calada. Nosso time veio para jogar, fomos aguerridos, estão de parabéns. Tomamos um gol no fim, falou bobagem grande, não precisava. Cuida do time dele, que está bem. Ninguém veio para bater ou caçar alguém. Gostei da equipe, foi um pecado tomarmos o gol. A expulsão nos dificultou.

A nova derrota complicou ainda mais a vida do Botafogo. Com 33 pontos e 10 derrotas em 12 jogos no segundo turno, o Alvinegro entrou na zona de rebaixamento. Mesmo com o revés, o time de Valentim mostrou entrega e lutou durante os 90 minutos no Nilton Santos. A intensidade faz o técnico acreditar na permanência.

“O Botafogo não vai cair, precisamos repetir jogos como fizemos hoje, com muita intensidade, entrega dos jogadores. Corrigindo erros no decorrer do campeonato”.

Na próxima rodada, o Botafogo recebe o Avaí, na segunda-feira, às 20h, no Nilton Santos. O time catarinense é o lanterna do Brasileirão, com 17 pontos.

Mais declarações de Valentim:

Diego Alves

– Com o Diego Alves não houve nada. Quem conhece meu trabalho sabe que não faço isso. Não é perfil do nosso elenco caçar jogador. Os árbitros hoje estão rigorosos, tem o VAR para ajudar. Por isso ele falou uma grande bobagem. Fomos bem sim. Para jogar contra uma grande equipe tem que unir as duas coisas, fase defensiva muito forte na marcação e também com a bola.

Expulsão de Luiz Fernando

– Fica mais difícil com um a menos, sem culpar o Luiz Fernando. Ele que perde a bola, tenta fazer a recomposição e fez a falta. Ficou mais difícil, estávamos bem no jogo, sem deixar o Flamengo criar chances claras de gol. Ficamos muito tempo com um a menos. Mesmo assim o Fla não teve chances claras de gol. Mas perdemos o poder ofensivo, com certeza.

Igor Cássio

– Igor Cássio fez grande partida, Botafogo também. Lógico que depois, com um a menos, ficamos mais na defesa e o Flamengo não criou grandes chances.

Fonte: globoesporte.com

Clique para Comentar

Newsletter

Anúncio Patrocinado

Facebook

%d blogueiros gostam disto: